Plenária nacional de emergência nesta 2ª, 20, reforça mobilização contra a ‘reforma’ administrativa


20/09/2021 - Luciana Araujo
Plenária online às 18h, 'tuitaço' e e-mails aos deputados, além das ações em Brasília a partir desta terça-feira buscam evitar mais uma vez a votação da PEC 32.

Os próximos dias são decisivos para buscar derrotar a tentativa do governo Jair Bolsonaro e seus aliados no Congresso Nacional de aprovar a ‘reforma’ administrativa que desmonta os serviços públicos e retira direitos da população (PEC 32/2020). Para intensificar a mobilização e auxiliar na coordenação de iniciativas em Brasília e nos estados, a Campanha Contra PEC 32 promove nesta segunda, a partir das 18 horas, uma plenária online de agitação e mobilização, via plataforma Zoom. O Sintrajud integra a campanha.

Clique aqui para participar

Às 19 horas desta segunda-feira (20 de setembro) acontece também o ‘tuitaço’ semanal promovido pela Frente Parlamentar Mista do Serviço Público, da qual o Sintrajud é integrante como entidade apoiadora. A diretoria do Sindicato convoca a categoria a participar da plenária e da mobilização digital.

“A gente conseguiu trazer uma base de sustentação para a atividade [de abordagem] parlamentar que realmente permitiu fazer um enfrentamento [com resultado] diferente até do que tínhamos conseguido no último período, diante do problema que é a composição atual do Congresso Nacional” ressaltou Fabiano dos Santos, diretor do Sintrajud e da Fenajufe, durante a reunião desta segunda da coordenação da Frente Parlamentar. “Essa semana é uma semana de muitas tarefas e mobilização para que a gente possa repetir o que a nossa unidade assegurou. É a construção unitária que temos feito, com uma militância muito aguerrida, como de costume, que tem permitido esse avanço que conseguimos na semana passada”, completou o dirigente.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), uma das coordenadoras da Frente Parlamentar, informou em seu Twitter hoje cedo que a comissão especial da ‘reforma’ tem reunião marcada para 10 horas desta terça-feira (21 de setembro). Mas até a publicação deste texto, a nova complementação de voto que o relator da PEC 32 na comissão, deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), não havia sido disponibilizada ainda no sistema de tramitação da Câmara, nem apresentada aos deputados que integram a comissão especial e a Frente Parlamentar.

Maia prometeu o novo voto para sexta-feira (17), após receber críticas das categorias do setor público, da mídia, de setores do mercado e do próprio governo pelo texto apresentado no dia 15 de setembro. Sem a apresentação do novo relatório, a estratégia do governo de “passar o trator” fica cada vez mais comprometida pelo absoluto desrespeito ao regimento da casa legislativa para tramitação de reformas.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), eleito com apoio do governo Bolsonaro em meio a denúncias de compra de votos com a liberação de emendas parlamentares, ainda não teria, entretanto, desistido de tentar votar a ‘reforma’ administrativa no plenário da Casa durante esta semana. Por isso, a intensificação da pressão sobre os deputados é mais importante.

O Sintrajud estará com nova caravana em Brasília a partir desta semana. Os dirigentes Fabiano dos Santos e Luciana Martins Carneiro, além das servidoras Andréa Maria Carvalho Moraes e Maria Helena Garcia Leal (aposentadas do TRF-3) e Simone Oliveira (oficiala de justiça do TRT-2) viajam nesta segunda à noite para a capital federal. Amanhã (21), está prevista atividade conjunta de abordagem aos deputados na chegada deles ao aeroporto Juscelino Kubtischek, além de mobilizações na Câmara ao longo da semana. A entrada na casa legislativa segue muito restrita em razão da pandemia, outro motivo pelo qual alterações constitucionais desta monta nem deveriam estar em debate, ressaltam as entidades de servidores e centrais sindicais. Mas as categorias prometem realizar manifestações mesmo do lado de fora do Palácio do Congresso.

Acompanhe as notícias sobre a mobilização contra a PEC e envie sua mensagem aos deputados eleitos pelo estado São Paulo contra a ‘reforma’ administrativa clicando aqui.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas