Em audiência no Senado, auditora fiscal explica que não há déficit na Previdência

Maria Lucia Fattorelli participou da sessão do dia 13 de maio; debate também será feito em atividade neste sábado no Sindicato dos Metroviários (Rua Serra do Japi, 31 – próximo ao metrô Tatuapé), das 9h às 13h.

A auditora fiscal aposentada Maria Lúcia Fattorelli, coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida, participou de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado para debater a ‘reforma’ da Previdência com foco na auditoria da Dívida Pública. No debate, que aconteceu no dia 13 de maio, a auditora explicou a farsa do déficit na Previdência pública e os riscos da capitalização para as aposentadorias no país.

Para Fattorelli, a economia que o governo pretende fazer acabando com o direito à Previdência pública sairá do bolso dos mais pobres. “Do R$ 1 trilhão que o ministro Paulo Guedes quer economizar, R$ 870 bilhões sairão sim dos mais pobres, dos que contribuem no Regime Geral de Previdência”, afirmou a especialista.

Ainda segundo a auditora, esta economia, na verdade, servirá pra pagar os altos custos de uma transição para a capitalização, garantindo os fundos dos bancos privados. “O que vai ser tirado dos mais pobres pagará parte da capitalização, não é para resolver problema fiscal e nem investimento algum, o custo de transição não foi informado porque é elevadíssimo, é um escândalo”, ressaltou.

Fattorelli afirma que o que tem causado déficit e crise financeira são os juros e serviços abusivos da dívida, que consomem quase 50% do orçamento do país.  “Os servidores públicos,  que estão sendo linchados e acusados de privilégios, recebem menos de 1/4 do que está sendo destinado pra a dívida [total destinado aos salários”, disse a especialista. “De 1995 a 2915 produzimos R$ 1 trilhão de superávit primário, apesar disso, a dívida interna aumentou de R$ 86 bi para quase R$ 4 trilhões no mesmo período, ou seja, deveríamos estar debatendo uma reforma para aumentar o valor dos benefícios e ampliar o alcance da Seguridade Social, pois temos muito dinheiro para isso” afirmou.

Este debate será parte da palestra “A quem interessa a reforma da Previdência”, que acontece neste sábado, 8 de junho, das 9h às 13h, no Sindicato dos Metroviários (próximo à estação Tatuapé do Metrô, na Rua Serra do Japi, 31). Participe!

Veja a participação de Fattorelli na audiência pública do Senado no vídeo abaixo:

 

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas