Setorial com cartórios eleitorais discute ‘devolução’ de requisitados


24/11/2022 - Niara Aureliano - especial para o Sintrajud
Retorno dos trabalhadores aos órgãos de origem ampliará defasagem de pessoal e precarização do trabalho

 

O estrangulamento de recursos humanos na Justiça Eleitoral estará em pauta na próxima terça, 29 de novembro, quando haverá reunião setorial com os cartórios eleitorais para discutir a ‘devolução’ de servidores requisitados. A reunião convocada pelo Sintrajud será a partir das 19h na plataforma Zoom.

Clique aqui para participar.

Com a devolução, na forma consumada na última Linha Direta pelo diretor geral do TRE, os cartórios eleitorais ficarão com defasagem ainda maior de pessoal, já que não há reposição. A categoria discutirá alternativas efetivas para o problema.

Para a diretoria do Sintrajud, a situação é grave. Não há previsão de cargos efetivos, nem de concurso público, o que poderá significar aumento do fluxo de trabalho para os poucos servidores que permanecem em atividade nos cartórios.

O Sindicato aponta o risco de precarização do trabalho, com a substituição de servidores públicos por mão de obra terceirizada, sem experiência com o processo eleitoral, além da desconsideração pelo aspecto humano. A poucos meses da aposentadoria, por exemplo, servidores podem ter de voltar para seus órgãos de origem, após anos como requisitados em cartórios eleitorais.

Abaixo-assinados estão abertos para que a categoria possa pressionar os órgãos competentes. Na reunião, os servidores também deverão avaliar pedido de audiência com o TSE, para pressionar por medidas que resolvam definitivamente a questão.

Além da situação dos requisitados, a reunião setorial discutirá outros temas que os servidores da Justiça Eleitoral trouxerem para debate.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM