Petição para suspender ponto eletrônico no TRF e JF reforça mobilização

A diretoria do Sintrajud reforça a importância de todos os colegas da Justiça Federal no estado e do Tribunal Regional Federal assinarem a petição digital que pede a suspensão da Resolução TRF 326/2020, que regula o novo sistema de controle eletrônico da jornada. Desde o último dia 16 o Sindicato vem coletando assinaturas ao abaixo-assinado, que até a publicação deste texto já somava quase 800 subscrições nas versões virtual e física.

Para a direção do Sindicato, a mobilização já está surtindo efeito. Em reunião com representantes da diretoria do Sintrajud na última sexta-feira, 24, a presidente do TRF-3, desembargadora Therezinha Cazerta declarou que pretende “ajustar” o sistema.  “Vou examinar, sim; obviamente vai ter necessidade de aperfeiçoamentos”, disse.

A servidora da JF Campinas Claudia Vilapiano, dirigente do Sindicato, avalia que “o número expressivo de assinaturas demonstra a insatisfação dos servidores com mais uma medida imposta pela administração de forma vertical, sem discussão sobre a aplicação, sem verificar o melhor método para o controle da jornada. Os servidores nunca fazem parte das decisões do Tribunal, e essa medida gera ansiedade, aflição, aumenta o assédio moral e o desconforto entre gestores e servidores.” Claudia ressalta ainda que “para piorar, a aplicação da Resolução vem sendo feita de forma diferente em cada local de trabalho. Tudo isso no final do mandato da presidente Therezinha Cazerta, marcando uma forma ruim de demonstrar poder. Ela ainda pode revogar a medida antes do encerramento de sua gestão, e é o que esperamos para que seja feita justiça aos trabalhadores”, conclui.

Subscreva abaixo a petição digital e valide a assinatura no e-mail enviado a você pela plataforma:

image_print