Sintrajud participa do Encontro Nacional do Coletivo Jurídico da Fenajufe

Com a perspectiva do iminente julgamento do STF sobre os quintos, o Coletivo Jurídico da Fenajufe (Colejur) realizou em Brasília nesta quinta e sexta-feira (19 e 20) seu Encontro Nacional. Nos dois dias do evento, integrantes das assessorias jurídicas da Federação e dos sindicatos filiados, juntamente com palestrantes convidados, discutiram as estratégias a serem adotadas […]

Tarcísio Ferreira (ao microfone), representou o Sintrajud no evento.

Com a perspectiva do iminente julgamento do STF sobre os quintos, o Coletivo Jurídico da Fenajufe (Colejur) realizou em Brasília nesta quinta e sexta-feira (19 e 20) seu Encontro Nacional.

Nos dois dias do evento, integrantes das assessorias jurídicas da Federação e dos sindicatos filiados, juntamente com palestrantes convidados, discutiram as estratégias a serem adotadas para a preservação e ampliação de direitos dos servidores do Judiciário Federal e do Ministério Público da União.

O Sintrajud foi representado pelo diretor Tarcísio Ferreira, servidor do TRT, e pelo advogado Cesar Lignelli, do departamento jurídico. O oficial de justiça da JF Erlon Sampaio, ex-diretor do Sindicato e coordenador da Fenajufe, também participou do evento.

Estiveram em discussão a reforma trabalhista e a terceirização, a reforma da Previdência, o projeto de lei que facilita a demissão de servidores (PL 116/2017) e a negociação coletiva. Na tarde desta sexta-feira também foram discutidas as ações judiciais de interesse da categoria – além dos quintos, as demandas judiciais envolvem os 13,23%, a data-base e o rezoneamento eleitoral, entre outros temas.

“Temos uma tradição de debate jurídico na Fenajufe e este espaço deve ser valorizado”, comentou Tarcísio Ferreira. “Esta é mais uma trincheira importante, que se articula às demais lutas da categoria para defender seus direitos contra os ataques do Poder Executivo e da cúpula do Judiciário.”

Berzoini

A presença de Ricardo Berzoini, que foi ministro da Previdência do governo Lula, causou mal-estar e foi alvo de repúdio de uma parte dos participantes do Encontro. O ex-ministro foi convidado pela Fenajufe para falar em painel sobre a reforma da Previdência.

Em sua gestão, foi aprovada a reforma previdenciária de 2003, que criou a contribuição dos servidores aposentados e pensionistas.

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas