Trabalhadores públicos de SP elegem luta em defesa da Previdência e aposentadoria como prioritária

Entidades de trabalhadores do setor público no Estado de São Paulo lançaram um manifesto unificado que elege como tarefa prioritária um chamado à mobilização contra os ataques da ‘reforma’ da Previdência proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) – a PEC 6/2019. O manifesto foi aprovado durante o 1º Encontro Estadual dos Trabalhadores do Setor […]

Foto: Manuel Messina

Entidades de trabalhadores do setor público no Estado de São Paulo lançaram um manifesto unificado que elege como tarefa prioritária um chamado à mobilização contra os ataques da ‘reforma’ da Previdência proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) – a PEC 6/2019. O manifesto foi aprovado durante o 1º Encontro Estadual dos Trabalhadores do Setor Público, que reuniu cerca de 200 trabalhadores no último sábado, 16 de fevereiro (veja matéria aqui).

Além da luta em defesa do direito à aposentadoria, os servidores destacaram a necessidade de construir mobilizações contra a criminalização dos movimentos sociais, em defesa da estabilidade dos servidores públicos, contra a precarização do serviço público e pela revogação da ‘reforma’ trabalhista, da Lei de Terceirizações e da Emenda Constitucional 95.  O Encontro também aprovou um calendário de lutas para o próximo período.

Durante a atividade, os servidores também aprovaram solidariedade à greve dos servidores municipais de São Paulo contra o Sampaprev (reforma da previdência aprovada pelo da governo municipal de São Paulo). A greve já dura 18 dias e enfrenta a intransigência do prefeito Bruno Covas (PSDB). Veja a declaração de apoio aqui.

Confira a íntegra do manifesto aqui: 1º Encontro dos Trabalhadores do Setor Público do Estado de São Paulo.

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas