Trabalhadores públicos de SP elegem luta em defesa da Previdência e aposentadoria como prioritária


21/02/2019 - Shuellen Peixoto

Foto: Manuel Messina

Entidades de trabalhadores do setor público no Estado de São Paulo lançaram um manifesto unificado que elege como tarefa prioritária um chamado à mobilização contra os ataques da ‘reforma’ da Previdência proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) – a PEC 6/2019. O manifesto foi aprovado durante o 1º Encontro Estadual dos Trabalhadores do Setor Público, que reuniu cerca de 200 trabalhadores no último sábado, 16 de fevereiro (veja matéria aqui).

Além da luta em defesa do direito à aposentadoria, os servidores destacaram a necessidade de construir mobilizações contra a criminalização dos movimentos sociais, em defesa da estabilidade dos servidores públicos, contra a precarização do serviço público e pela revogação da ‘reforma’ trabalhista, da Lei de Terceirizações e da Emenda Constitucional 95.  O Encontro também aprovou um calendário de lutas para o próximo período.

Durante a atividade, os servidores também aprovaram solidariedade à greve dos servidores municipais de São Paulo contra o Sampaprev (reforma da previdência aprovada pelo da governo municipal de São Paulo). A greve já dura 18 dias e enfrenta a intransigência do prefeito Bruno Covas (PSDB). Veja a declaração de apoio aqui.

Confira a íntegra do manifesto aqui: 1º Encontro dos Trabalhadores do Setor Público do Estado de São Paulo.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas