Servidores mantêm pressão contra reforma previdenciária com ato na Baixada

Às vésperas do recesso judiciário a categoria na Baixada Santista participa nesta terça-feira, 19/12, mais um ato contra a reforma da Previdência  (PEC 287/2016). O protesto terá início às 11 horas na Praça Mauá, centro de Santos, e é convocado pelo Fórum dos Servidores Federais da Baixada Santista e entidades representativas de categorias do funcionalismo estadual e municipal em Santos. Também estão sendo convidadas organizações sindicais e trabalhadores do setor privado.

“Daremos continuidade à denúncia e à pressão sobre os parlamentares da região para que não ousem votar a proposta de Temer”, ressalta o diretor da Fenajufe Adilson Rodrigues dos Santos.

O Fórum de Servidores da Baixada e Frente Sindical da região também estão em luta contra a precarização dos serviços públicos e pela revogação da Medida Provisória 805 – que eleva a alíquota previdenciária de 11% para 14% a partir de 1° de fevereiro e congela reajustes no poder Executivo. O Sintrajud tem ação judicial contra a efetivação da MP, que ainda será votada no Congresso Nacional mas  cujos efeitos começam a afetar as categorias antes mesmo da votação.

Os alvos do ato em Santos são os deputados federais Beto Mansur  (PRB), líder do governo e articulador da votação  pró Temer, o ex-prefeito José Papa (PSDB) e Marcelo Squassoni (PRB).

image_print