CSP Conlutas Sintrajud Fenajufe
SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SÃO PAULO
11/jun/2018

Seminário discute o Funpresp-Jud dia 13

Atividade será transmitida ao vivo pela página do Sindicato no Facebook; Servidores podem enviar perguntas prévias a ou nos comentários do vídeo do evento, durante a transmissão.

Da redação

O prazo de migração às regras do regime do teto do INSS para servidores que ingressaram antes da implementação do Funpresp-Jud (Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário) está previsto para 28/7. Mas os trabalhadores têm ainda inúmeras dúvidas sobre as consequências da adesão.

Por isso, na próxima quarta-feira (13 de junho) o Sindicato realiza um seminário sobre o tema. A categoria está convidada a acompanhar presencialmente ou pela página do Sindicato no Facebook.

A atividade terá início às 19h30, no auditório da entidade (Rua Antonio de Godói, 88, 15º andar, Centro), com o assessor econômico Washington Moura Lima e o advogado César Lignelli, coordenador do Jurídico. Serão discutidos os problemas do regime de contribuição definida e benefício presumido; os riscos das constantes mudanças da legislação; a sustentabilidade do Fundo; entre outros temas.

É possível enviar peguntas até o início do evento ao e-mail imprensa@sintrajud.org.br ou nos comentários da transmissão.

Aposentadoria e o Funpresp

  • Ingressantes a partir de 05/11/2015 que não quiserem aderir têm que se manifestar expressamente;
  • Ingressantes a partir de 15/10/2013 têm aposentadoria limitada ao teto do INSS, mas podem ou não aderir;
  • Ingressantes entre 1º/01/2004 e 14/10/2013 têm aposentadoria calculada pela média de 80% das maiores remunerações; e aqueles que ingressaram até 31/12/2003 têm direito à integralidade e paridade na aposentadoria. Em ambos os casos, a adesão implica passar à regra do teto e abrir mão, irrevogavelmente, das condições anteriores.
Compartilhar: