“Lutas terão de desaguar na revolução”, diz professor de Economia da UFSC

As lutas, todas elas parciais, são tão inexoráveis e importantes quanto limitadas;  agora todas essas lutas terão de desaguar no rio caudaloso da revolução brasileira”, afirmou Nildo Ouriques, professor de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Num evento promovido pela Frente Sindical Classista da Baixada Santista, da qual faz parte […]

As lutas, todas elas parciais, são tão inexoráveis e importantes quanto limitadas;  agora todas essas lutas terão de desaguar no rio caudaloso da revolução brasileira”, afirmou Nildo Ouriques, professor de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Num evento promovido pela Frente Sindical Classista da Baixada Santista, da qual faz parte a subsede do SIntrajud na região, o professor deu palestra no último sábado, 2, sobre a situação política do país e a retirada de direitos dos trabalhadores. Ouriques falou a trabalhadores de diversas categorias no auditório do Sindicato dos Petroleiros do Litoral Paulista (SindiPetro-LP).

“Foi particularmente [gratificante] estar aqui no SindiPetro numa semana em que os motoristas e os petroleiros mostraram que quem manda no Brasil são aqueles que podem parar a produção”, declarou (veja abaixo o vídeo sobre o evento).

Nesta terça-feira, 5, a partir das 18 horas, o SindiPetro-LP sedia mais duas palestras, com o geólogo e ex-diretor da Petrobras Guilherme Estrella e com o jornalista Paulo Henrique Amorim. O tema será “O desmonte da Petrobras e o futuro do pré-sal”.

Estrella também estará nesta quarta-feira, 6, no campus da Unifesp na Baixada, onde participará do debate  “Diálogo para exercício da cidadania: o papel da Petrobras no contexto geopolítico”. O debate na Unifesp começa às 17h30.

“Essas atividades têm fundamental importância neste momento tão conturbado da vida nacional, para fazer um contraponto ao que divulga a mídia comercial, que só traz as notícias que interessam ao capital”, disse Lynira Sardinha, diretora do Sintrajud e servidora da JT Cubatão.

 

“O desmonte da Petrobras e o futuro do pré-sal”

Palestra com Guilherme Estrella e Paulo Henrique Amorim

Terça-feira, 5 de junho – 18 horas

SindiPetro-LP

Av. Conselheiro Nébias, 248

Vila Mathias – Santos

 

“Diálogo para exercício da cidadania: o papel da Petrobras no contexto geopolítico”

Debate com Guilherme Estrella

Quarta-feira, 6 de junho – 17h30 horas

Unifesp – campus Baixada Santista

Auditório do Edifício Acadêmico 2

Rua Carvalho de Mendonça, 144

Encruzilhada – Santos

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas