Fórum dos Servidores Públicos faz plenária virtual neste sábado, 12

Trabalhadores vão organizar a mobilização contra as “reformas” administrativas de Bolsonaro e Dória; atividade acontece a partir das 14h, com transmissão através do Facebook.

O Sintrajud e as demais entidades sindicais que compõem o Fórum dos Trabalhadores do Setor Público no Estado de São Paulo farão uma plenária virtual com todo o funcionalismo neste sábado, 12 de setembro, para debater e organizar a luta contra a retirada de direitos dos servidores e do conjunto da população.   A atividade começará às 14h com uma live sobre as “reformas” administrativas de Bolsonaro e Dória, com a participação do advogado Cesar Lignelli, do departamento jurídico do Sintrajud, e Adriana Stella,  servidora da Unicamp e membro da CSP-Conlutas. A transmissão acontece na página do Facebook do Fórum (veja aqui).

Links para participar
Webinar – 14h (clique aqui para participar via Zoom ou aqui para participar pelo Facebook)

Plenária geral – 15h30 (clique aqui e participe via Zoom)

Os servidores públicos tem sido eleitos como alvo dos governos federal, estaduais e municipais no páis, com medidas e projetos que atacam direitos fundamentais dos servidores e precarizam o serviço público. Já tramita no congresso nacional a Proposta de Emenda Constitucional 32/2020, ‘reforma’ administrativa do governo Bolsonaro, conhecida como ‘PEC das rachadinhas’, que é apontada por especialistas como um verdadeiro programa de desmonte do Estado e dos serviços de atendimento à população. A PEC afeta concursos, acaba com o RJU, amplia poderes do presidente e abre caminho para terceirizações e privatizações. Na esfera estadual, o Governo Dória também avança no desmonte do serviço público com o Projeto de Lei 529 que extingue diversas empresas e órgãos fundamentais para o atendimento da população.

A plenária vai reunir servidores de diversas categorias do estado de São Paulo para organizar a resistência contra a retirada de direitos e avanço na precarização dos serviços públicos. Por isso, após a live, os trabalhadores irão migrar para a plataforma Zoom para realizar uma plenária deliberativa para debater as próximas ações unitárias de mobilização.

A diretoria do Sindicato reforça o convite para participar da atividade. A unificação dos trabalhadores torna a mobilização contra os ataques dos governos mais forte. Participe!