Brasília terá atos nesta tarde pela data-base dos servidores

Representações de dezenas de entidades sindicais dos servidores públicos federais se deslocaram a Brasília para participar de manifestações da categoria nesta terça-feira (19). O Sintrajud estará presente nos dois atos programados para esta tarde.

Nas manifestações, os trabalhadores vão defender a abertura de um processo de negociações com o governo, a revogação Emenda Constitucional 95/2016 e o direito à data-base e à revisão anual dos salários.

Os atos são realizados na véspera de possível retomada do julgamento no Plenário do Supremo Tribunal Federal de ação referente à data-base e à revisão anual dos salários. A primeira atividade será em frente ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, a partir das 14 horas.

Pouco antes das 17 horas, os manifestantes devem se dirigir ao STF, onde pretendem fazer uma vigília que tentará chamar a atenção e sensibilizar os ministros para a questão da data-base e da revisão anual dos salários – desrespeitados por sucessivos governos ao longo das últimas décadas.

Para acompanhar o possível julgamento da ação, atos estão sendo convocados nos estados, em frente à Justiça Federal ou ao Tribunal Regional Federal da região, para a tarde da quarta-feira.

A ação que está na pauta da sessão plenária do STF (marcada para começar às 14 horas) foi movida por servidores estaduais de São Paulo, que cobram o pagamento de indenização por omissão do chefe do Executivo em encaminhar projeto de revisão ao Legislativo. A decisão pode ter repercussão geral sobre outras ações.

Além dos sindicatos dos servidores do Judiciário Federal e do MPU e da Fenajufe vão participar dos atos, vários outros setores do funcionalismo devem enviar representações aos protestos. O objetivo é pautar uma luta que, na avaliação das entidades sindicais que integram o Fonasefe, não pode mais esperar e passa tanto pela questão salarial quanto pela própria sobrevivência dos serviços públicos e dos servidores.