Ato unitário contra o fim da Justiça do Trabalho está mantido nesta segunda

Nesta sexta-feira (18 de janeiro) o presidente Jair Bolsonaro entrou em contato por telefone com o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Brito Pereira, para tentar frear a mobilização em defesa da Justiça Trabalhista. O Tribunal Superior emitiu nota orientando os regionais a retirar o apoio institucional aos atos e alguns tribunais de imediato […]

Nesta sexta-feira (18 de janeiro) o presidente Jair Bolsonaro entrou em contato por telefone com o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Brito Pereira, para tentar frear a mobilização em defesa da Justiça Trabalhista. O Tribunal Superior emitiu nota orientando os regionais a retirar o apoio institucional aos atos e alguns tribunais de imediato assumiram o posicionamento de se desvincular das iniciativas da sociedade civil, servidores, magistrados e advogados.

A coordenação do Movimento em Defesa da Justiça do Trabalho, integrada pelo Sintrajud, no entanto, decidiu manter o ato e publicou a nota abaixo.

Blog do Fausto Macedo (O Estado de S.Paulo) repercutiu a manutenção do protesto.

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas