13A: Servidores participam de atos em defesa da educação e Previdência nesta terça

Dia Nacional de Luta, convocado pelas Centrais Sindicais, terá manifestações em todo o país; em São Paulo o ato acontece às 15h, em frente ao vão do MASP, em Santos será às 18h, na Estação Cidadania.

Uma semana após os deputados federais votarem a favor da ‘reforma’ da Previdência em segundo turno, trabalhadores e estudantes fazem novos atos em defesa da aposentadoria, educação e contra retirada de direito. Nesta terça-feira, 13 de agosto, estão marcadas manifestações, paralisações e assembleias em todo o Brasil.

O dia nacional de lutas, convocado pelas centrais sindicais, tem o objetivo de demonstrar que os trabalhadores seguirão na luta para barrar a PEC 6/2019, que torna as regras de aposentadoria muito mais duras. Depois da votação na Câmara, a proposta de ‘reforma’ apresentada pelo governo Bolsonaro segue para o Senado.

Em São Paulo, o ato será no vão do MASP, a partir das 15h. Antes, o Sintrajud estará com a tenda montada em frente ao Fórum Pedro Lessa, convocando a categoria e a população a assinar o abaixo-assinado contra a ‘reforma’. Será também o local da concentração dos servidores do Judiciário Federal que participarão do ato.

Na Baixada Santista, a manifestação acontece um pouco mais tarde, será às 18h, em frente a Estação Cidadania. Também há atos marcados em Botucatu (17h — Praça do Bosque), São Carlos (9h — Praça dos Pombos), São José do Rio Preto (18h30 — Câmara Municipal), Pindamonhangaba (15h — Praça Monsenhor Fernandes), Americana (9h — Comendador Muller), Piracicaba (10h — Terminal Central),  Osasco (9h — Estação de Osasco – CPTM), Taubaté (17h — Praça Santa Terezinha),  Sorocaba (9h — Praça Cel Fernando Prestes) e  Santo André (15h — Estação da CPTM Pref. Celso Daniel).

A diretoria do Sintrajud convida o conjunto da categoria para participar dos atos em suas cidades.  “O segundo semestre, infelizmente, promete ser de graves ataques,precisamos nos organizar, participar das mobilizações para fazer frente e resistir em defesa dos nossos direitos”, destaca o diretor do Sindicato e servidor do TRT-2 Henrique Sales Costa.

 

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas