Mais uma vítima da covid entre servidores do PJU no estado de São Paulo

Servidor do TRE, Sérgio Vicente Sales atuou por último na portaria da 'Dr. Falcão', na capital do estado.

Neste domingo (18 de outubro) os servidores do Judiciário Federal no estado de São Paulo perderam mais um colega para a covid-19. Sérgio Vicente Sales (foto) tinha apenas 55 anos e faleceu após alguns dias internado. Com autorização da mãe do agente de segurança, Luzia Bina Sales, publicamos esta última matéria em homenagem a Sérgio.

A diretoria do Sintrajud manifesta pesar à família e aos colegas por mais esta perda. Sérgio é a sétima vítima da covid-19 a ser notificada ao Sindicato desde a chegada da pandemia ao país.

O colega ingressou no Tribunal Regional Eleitoral em 19 de agosto de 1996 e era sindicalizado desde março de 1999. Também foi integrante da diretoria da associação nacional dos agentes. Antes de se licenciar para cuidar do pai e depois em razão do próprio adoecimento, Sérgio desempenhava suas funções na portaria da Secretaria da Sede II, na Rua Dr. Falcão Filho, região central de São Paulo.

Servidor do TRE e membro da mesma gestão que Sérgio na Agepoljus, o ex-dirigente do Sintrajud Luis Fernando Pasin enviou mensagem aos colegas e familiares por meio da reportagem. “À familia, aos colegas do TRE de São Paulo, em especial os agentes de segurança, hoje policiais judiciais, faço minha manifestação de pesar em relação ao falecimento precoce de Sérgio Vicente Sales”, afirmou.

“Excelente profissional, comprometido, bom amigo, com o qual tive o privilégio de trabalhar até a separação abrupta por conta nossa ida para os cartórios. Fica o sentimento a todos os familiares e amigos, e nosso forte abraço de condolências. Que Deus o receba em bom lugar”, disse Pasin, hoje lotado na Justiça Federal na cidade de Carazinho, no Rio Grande do Sul. “Agora, ultimamente, Sérgio foi um gigante em busca da [criação e normatização da] polícia judicial”, completou Pasin.

Também diretor do Sindicato e organizador do já tradicional futebol judiciário, o servidor do TRT-2 Henrique Sales Costa lembrou que Sérgio de vez em quando atuava também como boleiro. “Sergio foi com a gente jogar bola algumas vezes”, disse em um grupo da categoria.

Outro servidor do TRE, ex-dirigente do Sintrajud e atualmente diretor de base no edifício sede, Elizaldo Veríssimo (o Eli) se recorda de Sérgio como “um cara boa praça, sorriso acolhedor, mas comedido. Participou conosco da histórica greve dos agentes de segurança que parou o TRE. Uma pena a sua morte. Mais que isso, a medida da fragilidade em que vivemos nos últimos tempos: fragilidade de direitos, fragilidade da vida, fragilidade dos afetos, já que até nosso luto e seus rituais nos nega esse governo e seus efeitos”.

Uma das maiores dores que se soma à perda de entes queridos neste momento de pandemia é a impossibilidade de uma despedida mais próxima. Vários colegas comentavam nos grupos a tristeza do falecimento de mais um colega à distância, sem muitas informações ou possibilidade de confortar a família.

Devoção à família

Sérgio adoeceu enquanto cuidava do pai, que faleceu em setembro, também após longo tempo de internação, aos 90 anos de idade, por complicações relacionadas à própria faixa etária, de acordo com a matriarca de voz forte mesmo na dor.

“Quando meu marido ficou doente, o Sérgio cuidou muito do pai, ficava no hospital. E aí ele já começou a ficar doente, né? Depois foi descobrir que pegou essa doença triste. Ele era tão forte, sempre cuidando da saúde”, disse dona Luzia. Perguntada se o esposo também foi vítima da covid, a senhora afirmou que não. “Foi mais a idade, ele estava com 90 anos já, o coraçãozinho dele estava fraco. Quando ele ficou no hospital disseram que precisava uma pessoa da família para fazer companhia, mas se era convênio não deveria precisar alguém da família ter que ir tomar conta, né? Mas aí, o Sérgio ia todo dia no hospital e ficava lá com o pai, e à noite meu outro filho ia”, relatou.

“A gente esperava que ele viesse bem para casa, meu Deus, para nós foi um grande choque. É muito baque de uma vez. E ele para mim valia ouro, era um bom filho, o meu caçula. E ajudava muito a gente, tudo ele fazia, ficava mais ao lado da família, do sobrinhos que ele gostava muito, tinha um coração muito bom”, fez questão de contar a mãe. Sérgio deixa, além de dona Luzia, um casal de irmãos mais velhos e sobrinhos. O servidor não era casado nem tinha filhos.

Homenagem e solidariedade

Desde o início da pandemia, em São Paulo além Sérgio, também morreram em decorrência das complicações geradas pelo novo coronavírus os colegas oficiais de justiça do TRT-2 Clarice Fuchita Kestring e José Palitot Júnior; a aposentada do TRT Nádia Graça Molina, cuja família preferiu que apenas fosse mencionada a morte, sem uma matéria com maior destaque; o servidor da Justiça Federal Roberto José Alberto ‘Balalaica’; Marcos Costa Moreira, aposentado do TRE e ex-chefe do cartório da 252ª Zona Eleitoral, no bairro Penha de França, na zona Leste da capital; e Andréia Lopes da Silva Maricato, servidora da educação requisitada a cartórios eleitorais na região de Campinas há 20 anos. O Sindicato foi informado ainda do falecimento de um vigilante do Fórum da Justiça Trabalhista em Guarulhos, mas não obteve autorização da família para reportar o caso.

Os registros dos óbitos que têm sido informados ao Sindicato integram uma ação desenvolvida em conjunto com a Rede de Apoio às Famílias de Vítimas Fatais de Covid-19 no Brasil, que construiu o Memorial das Vítimas do Coronavírus no Brasil. Participam da iniciativa a Pastoral Operária da Arquidiocese de São Paulo, a Associação dos Juízes para Democracia (AJD), as centrais sindicais CSP-Conlutas e CUT, além de movimentos sociais. Além do registro de histórias de vida e homenagens, a Rede informa onde familiares em luto podem buscar apoio psicológico e articula solidariedade às famílias que vivem o luto somado à falta de condições financeiras. A iniciativa está aberta a quem desejar participar e contribuir. Contatos podem ser feitos pelo site <redeapoiocovid.com.br>, via Facebook ou pelo e-mail <[email protected]>.