Servidores param por 24h nesta 4ª contra a reforma da Previdência

  • Post Author:

Nesta quarta-feira, 15, servidores do Judiciário Federal em São Paulo vão se juntar a trabalhadores de todo o país e paralisar suas atividades por 24 horas em protesto contra a reforma da Previdência (PEC 287/2016), a reforma trabalhista e outras propostas do governo Temer que atacam os direitos dos trabalhadores.

A paralisação foi aprovada na assembleia geral que a categoria realizou na quarta-feira, 8 – Dia Internacional de Luta da Mulher Trabalhadora –, em frente ao Fórum Pedro Lessa da Justiça Federal.

Para marcar o dia, os servidores da Justiça Trabalhista farão uma manifestação no Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, às 9h. Eles vão entregar uma carta aberta á população sobre os ataques propostos nas reformas da Previdência e Trabalhista.

Ás 14h, o comando de paralisação se reúne, enquanto os servidores se concentram com os demais trabalhadores do serviço público federal, em frente ao Pedro Lessa, para também entregar a carta aberta à população esclarecendo o que está em jogo e rebatendo as mentiras propagadas pelo governo sobre a reforma da Previdência.

Às 16h, acontece a grande manifestação convocada pelas centrais e entidades sindicais contra a reforma da Previdência, no vão do MASP. A manifestação deve contar com a presença de trabalhadores de diversas categorias que também anunciaram paralisação no dia 15, como metroviários, trabalhadores rodoviários de São Paulo, servidores do Correios, da USP, professores estaduais e municipais, químicos, metalúrgicos e servidores municipais.

image_print