Centrais fazem dia de luta em defesa da vida e pelo #ForaBolsonaroEMourão nesta 6ª

Atividades a partir das 10h neste dia 7 de agosto reúnem também servidores do Judiciário Federal e Estadual; às 13h acontece o ato da campanha 'A vida acima das metas', no TRE, e, às 17h, categoria tem nova assembleia estadual..

A CSP-Conlutas e mais dez centrais sindicais realizam mais um dia de luta em defesa da vida e pelo Fora Bolsonaro e Mourão nesta sexta-feira, 7 de agosto. Será o segundo dia de mobilização organizado pelas centrais, o primeiro aconteceu no dia 10 de julho, contra a falta de política do governo federal no combate a pandemia, que já causou a morte de mais de 90 mil brasileiros.

O Sintrajud estará participando das manifestações em frente ao Fórum João Mendes (na praça de mesmo nome, próximo à Sé), às 10 horas. Ao meio-dia, o protesto unificado acontece em frente às escadarias da Catedral, reunindo as diversas categorias e centrais – e o Sindicato também estará presente.

Depois, às 13 horas, acontece o ato dos servidores do Judiciário Federal contra o retorno das atividades presenciais no TRE (em frente à sede do Tribunal, na Rua Francisca Miquelina), e às 17 horas a categoria realiza nova assembleia estadual para debater os próximos passos da campanha “A vida acima das metas” e da greve sanitária deflagrada a partir do dia 27 de julho.

Sem políticas efetivas, a resposta do governo Bolsonaro e dos governadores tem sido a reabertura e retomada das atividades econômicas, expondo ainda mais os trabalhadores em um momento em que não há qualquer controle da pandemia. Ao mesmo tempo, agrava-se a crise economia e social, com aumento exponencial do desemprego.

Por isso, a principal bandeira do dia de luta é a defesa da vida e dos empregos, por uma quarentena geral e com emprego para todos. As centrais e os sindicatos filiados, vão realizar protestos simbólicos, assembleias e outras iniciativas virtuais ao longo do dia.

Veja o vídeo de convocação da CSP-Conlutas: