Coletivo de mulheres realiza seminário ‘Feminismos’ neste sábado, 17: inscreva-se

Seminário de formação acontece a partir das 14h, na plataforma Zoom, e será voltado apenas para as mulheres (da categoria e convidadas); as inscrições estão abertas até sexta, 16 de outubro.

Dando prosseguimento ao ciclo de formação sobre o combate ao machismo na sociedade, no próximo sábado, 17 de outubro, às 14h, acontece o seminário  ‘Feminismos’. A iniciativa é do Coletivo de Mulheres do Sintrajud – Mara Helena dos Reis e a proposta é discutir as diversas vertentes e visões sobre a luta contra as desigualdades sociais motivadas pela condição de gênero.

A atividade será realizada por meio da plataforma Zoom somente para a parcela feminina da categoria (servidoras do Judiciário, estagiárias e trabalhadoras terceirizadas que atuam nas unidades do Poder no estado) e funcionárias do Sindicato e convidadas de outras categorias. As inscrições estão abertas até às 19h de sexta-feira, 16 de outubro. Não haverá transmissão ao vivo nas mídias sociais do Sintrajud para que as participantes sintam-se mais à vontade para falar e expor suas experiências e vivências. Por isso é importante que as interessadas façam sua inscrição com antecedência.

Inscreva-se clicando aqui.

Para discutir o tema, o Coletivo de Mulheres convidou três trabalhadoras especialistas no assunto. Amelinha Teles, advogada fundadora da União de Mulheres de São Paulo e coordenadora do Curso de Promotoras Legais Populares daquela entidade, desde 1994; Helena Pontes, servidora do TRT-2, especialista em Direito do Trabalho pela Faculdade de Direito da USP e militante feminista amefricana; e Érika Andreassy,  enfermeira e pesquisadora em saúde do trabalhador e na temática de gênero do ILAESE: Instituto Latino-americano de Estudos Socioeconômicos.

O Seminário ‘Feminismos’ encerra o ciclo de atividades de formação propostas pelo Coletivo de Mulheres para este ano e após a denúncia de um caso de machismo durante o processo eleitoral para a diretoria do Sintrajud. O primeiro evento deste projeto foi o seminário sobre “As origens da opressão”, que aconteceu no dia 26 de setembro (veja aqui), e na última terça-feira, 13 de outubro, foi realizada a live sobre “masculinidade tóxica”. Desde a criação do coletivo, em novembro de 2017, já foram realizados cinco seminários e quatro transmissões ao vivo para debater direitos das mulheres e as violências historicamente perpetradas contra elas.

Veja a íntegra da live: