TRT: Sintrajud rediscute com Administração abono da greve do metrô

O Sintrajud voltou a procurar a Administração do TRT-2 para dialogar sobre o pedido de abono para os servidores que não conseguiram chegar ao trabalho no dia 18 de janeiro, quando aconteceu a greve dos metroviários de São Paulo. Na última reunião com o Sindicato, o presidente do Tribunal, desembargador Wilson Fernandes, informou que os pedidos serão analisados individualmente.

A administração havia orientado a encaminhar a demanda às chefias diretas. No entanto, boa parte dos pedidos foram negados após análise via PROAD (Processo Administrativo Eletrônico).

Por isso, o Sintrajud demandou à Presidência do TRT-2 rever o procedimento. E a nova orientação é que todos os servidores que tiveram solicitações negadas enviem o pedido de reconsideração direto para o email gabpres@trtsp.jus.br. No documento deve constar local de residência e qual a estação de metrô próxima.

A diretoria do Sindicato mantém ainda a orientação de que os servidores que tiverem problemas no encaminhamento do pedido procurem o depto. Jurídico do Sintrajud.

image_print