TRT-2: Sindicato pede suspensão do expediente no Edifício Millenium até adequação das condições de trabalho

Sindicato está acompanhando as medidas tomadas pelo Tribunal e aguarda o laudo da vistoria técnica cobrada em requerimento, a ser realizada em todas as unidades afetadas pelos alagamentos.

Elevadores interditados devido ao acúmulo de água no subsolo (crédito: Marcus Vergne).

O Jurídico do Sindicato protocolou nesta quarta-feira (12 de fevereiro) novo requerimento administrativo demandando a suspensão imediata do expediente no Edifício Millenium (Unidade Administrativa I, localizada na Av. Marquês de São Vicente, 121, Bloco A, Barra Funda). Nenhum dos elevadores do prédio está funcionando, o que obriga os servidores a subir até 17 andares para chegar ao local de trabalho.

Na noite de ontem o Sindicato verificou ainda que o trabalho de bombeamento da água e lama que inundaram os subsolos do prédio está sendo realizado de forma lenta, retornando o líquido para a rua. A limpeza dos bueiros do entorno também será importante para que não voltem a ocorrer alagamentos na próxima chuva.

Drenagem de água no Edifício Millenium, na noite desta terça-feira (crédito: Tarcisio Ferreira).

Fórum trabalhista

Em relação ao edifício do Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, o Sindicato contatou o Tribunal para cobrar informações sobre a vistoria técnica demandada em requerimento na própria segunda-feira (10), quando o expediente foi suspenso em razão da inundação. De acordo com a administração, “a vistoria foi realizada pela equipe da Coordenadoria de Infraestrutura Predial, composta por cinco engenheiros de diferentes especialidades (civil, elétrica e mecânica). Foram realizados testes e feitas verificações de segurança em elevadores e nas condições do subsolo do Fórum Ruy Barbosa, concluindo-se que não há risco estrutural e que o prédio poderia ser reaberto ao público”, informou a Secretaria de Comunicação.

Também de acordo com a Secom, ainda estão andamento ações para “normalização da situação e liberação do estacionamento”, nos prazos possíveis de forma assegurar a segurança dos usuários.

Quarto subsolo do Fórum Ruy Barbosa (Marcus Vergne).

O Sindicato continua aguardando o laudo oficial da vistoria demandada em todos os prédios afetados pelas inundações, e também cobrou à Diretoria-Geral informações sobre as condições da caixa d’água do Ruy Barbosa, onde o quarto subsolo continua alagado. De acordo com o diretor-geral, Rômulo Borges de Araújo, as caixas de abastecimento de água do Fórum estão localizadas todas no topo do edifício, não havendo risco de contaminação.

Os servidores que verificarem quaisquer problemas nos locais de trabalho devem continuar a comunicar ao Sindicato, que segue acompanhando a questão. As informações específicas, fotos e vídeos contribuem para reforçar os requerimentos protocolados pelo Sintrajud. Informações podem ser enviadas pelo WhatsApp (11) 99128-5217 ou clicando aqui.

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas