TRF-3 e JF atendem sindicato e vacinam servidores contra a gripe

A Divisão de Assistência à Saúde (DSAU) do Tribunal Regional Federal da 3ª Região iniciou nesta sexta-feira (25) a aplicação da vacina contra a gripe (Influenza). Na Justiça Federal, na Capital e Grande São Paulo,  a campanha teve início na última quarta. A imunização nos locais de trabalho atende requerimento feito pelo Sindicato, tendo em vista que, […]

A Divisão de Assistência à Saúde (DSAU) do Tribunal Regional Federal da 3ª Região iniciou nesta sexta-feira (25) a aplicação da vacina contra a gripe (Influenza). Na Justiça Federal, na Capital e Grande São Paulo,  a campanha teve início na última quarta. A imunização nos locais de trabalho atende requerimento feito pelo Sindicato, tendo em vista que, como reconhece o Tribunal, a transmissão da doença se dá também via “contato com superfícies contaminadas” por secreções expelidas por tosse ou espirros e que “o inverno é o período em que a virose se manifesta de forma mais acentuada”.

O Tribunal informa ainda que as doses da vacina disponibilizadas para servidores e magistrados foram doadas pelo Instituto Butantã, como ocorreu no ano passado. Assim como a imunização que vem sendo aplicada pelo Setor Médico, Odontológico e Psicossocial (SEMO) da primeira instância.

As doses recebidas pelo TRF-3 serão aplicadas aos servidores e magistrados lotados nas torres Beta, Funcef, Norte e Sul, de acordo com o que informou a DSAU. A orientação da equipe é que os servidores aguardem chamado da Divisão convocando o setor para aplicação da vacina, com o objetivo de evitar aglomerações e espera. Os servidores que estejam em licença médica, férias ou ausentes dos prédios mencionados acima podem aguardar para se vacinar no retorno às atividades, informa o setor responsável.

A Divisão de Saúde do TRF-3 ressalta que a vacina está contraindicada para portadores de hipersensibilidade a ovo e a Timerosal ou Tiomersal (Merthiolate). Gestantes e pacientes imunossuprimidos podem ser vacinados, desde que liberados por seus médicos.

A diretora do Sintrajud e servidora do Tribunal Luciana Carneiro ressalta que “as pessoas estavam reivindicando que acontecesse, da mesma forma que no ano passado, por isso o Sintrajud reiterou a importância de a Administração assegurar aos servidores a vacinação”.

Calendário da vacinação na Primeira Instância

O Setor Médico da Justiça Federal informou que as doses recebidas são suficientes para imunizar os servidores e juízes na Capital e Grande São Paulo. Foi estabelecido o cronograma informado abaixo para garantir a vacinação a todos, também sem aglomerações, até o próximo dia 12 de junho.

Todos os servidores que tiverem cartão do SUS devem apresentá-lo no momento da imunização para que a aplicação seja contabilizada na estatística nacional. De acordo com a Administração, este registro pode viabilizar “a doação automática de vacinas à Justiça Federal nos próximos anos e a realização das campanhas com maior antecedência”.

A orientação do SEMO é que os servidores lotados nas subseções do interior aguardem mais um pouco, porque a Administração dialoga com a Secretaria de Estado de Saúde para incluir os servidores do Judiciário Federal no público alvo a ser atendido nos postos de saúde. Outra possibilidade orientada aos gestores administrativos das unidades do interior é buscar estabelecer convênios com a unidade básica de saúde mais próxima do fórum para viabilizar a vacinação aos servidores e juízes.

A diretora do Sintrajud e servidora da JF/Campinas Claudia Vilapiano questiona a diferenciação entre os servidores da capital e interior. “O grande problema para os colegas lotados nas subseções do interior é que a Administração se preocupa em resolver o problema na capital e na Grande São Paulo e não pensa com antecedência no interior. Quando se consegue as vacinas já se sabe que as doses que serão obtidas junto ao Instituto Butantã não atingem todo o Estado. Não é razoável que a campanha comece em maio, só em junho o Tribunal consiga obter as vacinas para a Capital e Grande São Paulo e só depois veja o que fazer o interior. Isso significa que para essas pessoas, se a vacina chegar, será já em pleno inverno. E se existe a possibilidade de convênios isso tem que ser pensado com antecedência, todos os anos. Os servidores do interior não são diferentes dos da capital. Na verdade são até mais abandonados. Essa diferenciação é uma falta de respeito”, ressalta.

Aplicação da vacina no Ambulatório da JFSP (Rua Peixoto Gomide, 768)

  • 28/5 (segunda-feira) – Fórum Cível Pedro Lessa (servidores com nome de A a L) e CEUNI, das 10 às 14h; Fórum Cível Pedro Lessa (servidores com nome de M a Z), das 14 às 19h.
  • 29/5 (terça-feira) – CEUNI e JEF (A-L), das 10 às 14h; JEF (M-Z), das 14 às 19h.
  • 30/5 (quarta-feira) – CEUNI e eventuais remanescentes, das 10 às 14h.

 

Aplicação por equipe externa

  • 30/5 (quarta-feira) – Turmas Recursais, das 14 às 17h;
  • 04/6 (segunda-feira) – Fóruns de Guarulhos (11 às 14h) e Presidente Wilson (14 às 16h);
  • 05/6 (terça-feira) – Anexo República (11 às 13h) e Fórum de Execuções Fiscais (14 às 17h);
  • 06/6 (quarta-feira) – Fóruns de Barueri (11 às 13h) e Osasco (14 às 16h);
  • 07/6 (quinta-feira) – Fórum de São Bernardo do Campo, das 14 às 16h;
  • 08/6 (sexta-feira) – Fórum de Santo André, das 14 às 16h;
  • 11/6 (segunda-feira) – Fórum de Mauá, das 14 às 16h;
  • 12/6 (terça-feira) – Fórum de Mogi das Cruzes,  das 14 às 16h.

TRT-2

O requerimento protocolado no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região ainda não foi despachado pela Presidência, conforme informação obtida no dia de hoje. Diante do andamento da demanda na Justiça Federal, o Sindicato reforçou o pleito junto à Justiça do Trabalho para que seja assegurada a imunização aos servidores.

No ano passado, o Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde incluíram oficialmente o Judiciário Federal entre os segmentos populacionais que tiveram direito à vacina, com a instalação de postos de aplicação nos locais de trabalho. Até o momento esta definição ainda não ocorreu para a campanha de vacinação de 2018.

A diretoria do Sintrajud continuará acompanhando a questão e cobrando a vacinação a todos os servidores no Estado.

O TRE já vacinou os servidores da Justiça Eleitoral na capital.

*Texto atualizado às 17h de 25/05/2018.

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas