TRE: assembleia setorial dia 10 vai debater termo de referência do plano de saúde

A diretoria do Sintrajud convida toda a categoria à assembleia setorial de servidores do TRE para debater a proposta de termo de referência que será base ao edital de licitação do plano de saúde.  A atividade será  realizada no dia 10 de outubro (quarta-feira), às 14 horas, na sede do TRE. O termo foi apresentado […]

Foto: Gero Rodrigues

A diretoria do Sintrajud convida toda a categoria à assembleia setorial de servidores do TRE para debater a proposta de termo de referência que será base ao edital de licitação do plano de saúde.  A atividade será  realizada no dia 10 de outubro (quarta-feira), às 14 horas, na sede do TRE.

O termo foi apresentado aos servidores em audiência que aconteceu na última quinta-feira (20 de setembro). “Este termo de referência foi feito, baseado nas licitações do TRT-2 e TRF”, afirmou Cláucio Cristiano Abreu Corrêa, diretor-geral do Tribunal.

Segundo o secretário de Orçamento e Finanças do TRE, Carlos Yukio Fujimoto, serão oferecidos dois planos – um para a capital, com dois níveis de ofertas de serviços, e outro para o interior. Ambos terão cobertura nacional e os servidores que optarem por não aderir aos planos continuarão recebendo o auxílio-saúde, hoje em R$ 215.

A diretoria do Sintrajud participou da audiência, destacando que a luta para que o TRE oferecesse plano de saúde à categoria, como acontece nos outros Tribunais, é marca do Sindicato e foi ressaltada em todas as reuniões com a nova Administração.

“Toda demanda do servidor é também demanda do Sindicato, nosso trabalho é representar a categoria e lutar por suas demandas”, disse Gilberto Terra, diretor do Sintrajud e servidor da JF. “Entendemos que o plano de saúde é uma emergência neste Tribunal, mas queremos o compromisso da Administração de discutir conosco a longo prazo a adoção do modelo de autogestão para um plano de saúde unificado dos servidores do Judiciário Federal em São Paulo”, concluiu Gilberto.

Ao final da apresentação, Carlos Fujimoto afirmou que o documento com a íntegra da proposta será enviado ao Sindicato, que poderá mandar propostas de alteração no prazo de até quinze dias.  Até a publicação deste texto o termo de referência ainda não havia chegado ao Sindicato.

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas