SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SÃO PAULO
links do site antigo do Sintrajud

Notícias do site antigo

10/10/2016

Assembleia avança em alterações no Estatuto do Sintrajud

Discussão das propostas terá prosseguimento em 5 de novembro

As propostas que foram aprovadas na assembleia do último sábado não serão rediscutidas

No último sábado, 8, servidores do Judiciário Federal participaram da assembleia geral para discutir as propostas de alteração no estatuto do Sintrajud. Para a mudança do Estatuto, o Sindicato recebeu sugestões de associados de todos os ramos do Judiciário Federal e de diversas regiões do Estado.

Devido ao grande número de propostas recebidas, não foi possível finalizar a discussão durante a assembleia. Por isso, uma nova assembleia foi marcada para 5 de novembro, no auditório do Sindicato. Os servidores continuarão discutindo as propostas de alteração no estatuto já recebidas. As propostas que foram aprovadas na assembleia do último sábado não serão rediscutidas.

Alterações

Para facilitar as discussões, os servidores escolheram alguns temas prioritários, no esforço de buscar tornar o estatuto do Sintrajud ainda mais democrático. "O nosso estatuto é considerado um dos melhores no meio sindical, nosso esforço aqui [na assembleia] é buscar alterações que fortaleçam e mantenham o Sintrajud no caminho que trilhou todos esses anos, que foi de defesa dos trabalhadores, principalmente neste momento em que o governo ataca o serviço público", afirmou a diretora do Sintrajud Angélica Olivieri.

A assembleia avançou na discussão sobre o  valor da mensalidade, a composição da diretoria, liberação sindical, reeleição de diretores executivos e a luta dos trabalhadores terceirizados.

Com objetivo de combater pressões de burocracia e para manter o sindicato sempre renovado, democrático e mais próximo da base, os servidores votaram rodízio entre os liberados sindicais e a proibição de mais de uma reeleição consecutiva dos diretores do Sintrajud. A diretoria executiva também foi modificada: a partir da próxima eleição, serão eleitos 17 membros titulares e 3 membros suplentes.

Além disso, foi aprovado o apoio às lutas e a criação de mecanismos políticos e jurídicos para a organização dos trabalhadores terceirizados do Judiciário Federal.

Outro tema em discussão foi o  valor da mensalidade dos sindicalizados. Com base na apresentação do orçamento da entidade, os servidores fizeram um amplo debate e decidiram não alterar a mensalidade.




Voltar