Sintrajud repudia comunicado do TRE-SP que proíbe assembleias dentro do Tribunal

Nesta segunda-feira, 12, a Administração do TRE-SP deu mais uma demonstração de truculência e atitude antissindical. Em ofício encaminhado ao Sintrajud, o Tribunal comunicou a proibição de realização de assembleia nas dependências deste Tribunal, incluindo o saguão do prédio.

O Sintrajud repudia a atitude do Presidente do TRE-SP, desembargador Mário Devienne Ferraz, e considera o ofício um ataque a liberdade de manifestação dos servidores. “Esta determinação do presidente do TRE, que proibe a livre manifestação dos servidores em seu local de trabalho, demonstra que na Casa da Lei, onde deveria haver o compromisso do cumprimento da Constituição Federal, ocorre justamente o contrário”, destacou o diretor do Sintrajud Mauricio Rezzani, servidor do TRE.

Nesta quinta-feira, 14, acontecerá assembleia setorial, com discussão sobre Reforma da Previdência e convênio médico. A atividade terá também uma palestra do economista Washington Moura Lima sobre a reforma e sobre o orçamento do Tribunal para benefícios. A assembleia acontece às 14h, em frente ao TRE-Miquelina.

image_print