Sintrajud convoca assembleia sobre Resolução do TRF-3 do trabalho remoto para 3 de maio (terça)


30/04/2022 - Helcio Duarte Filho
Sindicato solicitou audiência emergencial com Presidência do tribunal e defende a suspensão da medida e abertura de diálogo

O Sintrajud está convocando assembleia das servidoras e servidores do Tribunal Regional Federal da  3ª Região da Justiça Federal para a próxima terça-feira, dia 3 de maio de 2022, às 19h30min. O objetivo é analisar conjuntamente a Resolução da Presidência do tribunal que muda radicalmente a situação do trabalho remoto nestes órgãos. A medida preocupa a categoria e causou indignação generalizada.

Clique aqui para participar

A assembleia será por meios remotos, através de videoconferência. Nela, deve-se definir o que fazer diante de uma resolução considerada inadequada e injusta com a categoria. 

Na quinta-feira, 5 de maio, haverá ato presencial no TRF, a partir das 12 horas. É nesta data que se reúne o Conselho Administrativo do Tribunal, que poderá analisar a medida da Presidência, publicada unilateralmente no dia 28 de abril de 2022.

A direção do Sintrajud imediatamente solicitou audiência com a presidente do TRF-3, desembargadora Marisa Santos. Até o momento de fechamento deste texto, no sábado (30), não havia resposta do gabinete quanto ao pedido. O Sindicato pretende propor à desembargadora que suspenda a Resolução e abra diálogo e negociação com a categoria sobre o assunto.

Na noite de sexta-feira (30), a direção do Sintrajud promoveu uma live sobre o assunto, com a presença do coordenador do Jurídico da entidade, advogado Cézar Lignelli , que está analisando a medida. O evento terminou por volta das 23h30 da noite e teve a participação de centenas de servidores, apesar do horário.

A transmissão está gravada na página do Facebook do Sintrajud (acessar aquie no canal no Youtube (acessar aqui), podendo ser assistida a qualquer hora posteriormente. 

Sem aviso

Na véspera da edição do ato, dirigentes do Sindicato haviam sido recebidos pelos juízes auxiliares da Presidência, Marisa Claudia Gonçalves Cucio e Paulo Ricardo Arena Filho, numa reunião que já estava previamente marcada. 

A pauta em questão era a determinação da administração anterior de compensação de horas da pandemia. Os magistrados em momento algum mencionaram que no dia seguinte uma medida de tal impacto seria publicada.

seoartvin escortizmir escortelazığ escortbacklink satışbacklink saleseskişehir oto kurtarıcıeskişehir oto kurtarıcıoto çekicibacklink satışbacklink satışıbacklink satışbacklink