CSP Conlutas Sintrajud Fenajufe
SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SÃO PAULO
10/maio/2018

Sindicato protocola pedido de vacinação contra a gripe no TRT e TRF

Campanha de imunização aconteceu no TRE em abril; Jurídico do Sintrajud também encaminhou novo requerimento sobre vacina contra a febre amarela para servidores da JT.

Shuellen Peixoto

O Sintrajud protocolou requerimento para que as administrações do TRT-2 e TRF adotem medidas preventivas para diminuir o risco de contaminação pelo vírus Influenza (gripe), com a promoção de uma campanha de vacinação. O TRE promovendo a campanha de imunização de seus trabalhadores entre 25 e 27 de abril.

O pedido é baseado no alerta do Ministério da Saúde, que aponta que a circulação do vírus ocorre mais frequentemente no outono e inverno, quando as temperaturas caem, e por isso recomenda que nos meses de abril e maio os trabalhos de vacinação contra a gripe sejam intensificados. A vacina é capaz de promover imunidade durante o período de maior circulação dos vírus, reduzindo o agravamento da doença.

Na opinião do Sindicato, a campanha é necessária para que seja atingida uma boa imunidade coletiva, protegendo, assim a saúde de todos os servidores da categoria.

São parte do público alvo, de acordo com a Secretaria Estaduai de Saúde, pessoas com 60 anos ou mais, profissionais de saúde, população indígena, crianças de seis meses até cinco anos, gestantes e puérperas com até 45 dias após o parto, professores e pacientes com doenças crônicas não transmissíveis – como asma, diabetes, doenças imunossupressoras e outras.

No ano passado, a Secretaria Estadual de Saúde chegou a expandir oficialmente os segmentos populacionais que tiveram direito à vacina, com a instalação de postos de aplicação nos locais de trabalho, para categorias do funcionalismo que convivem muitas horas em locais fechados e com grande circulação populacional. Foram vacinados policiais civis e militares, bombeiros, profissionais da Defesa Civil, funcionários dos Correios, dos postos do Poupatempo e servidores do Ministério Público Estadual, da Procuradoria-Geral do Estado e da Defensoria Pública. O Ministério da Saúde também considerou o Judiciário Federal em nível nacional como um poder no qual a vacina deveria ser assegurada aos servidores.

Por analogia, todos os servidores do Judiciário Federal deveriam receber a imunização neste ano.

Vacina contra a Febre Amarela

O Sindicato encaminhou também novo pedido de vacinação contra a febre amarela para os servidores do TRT-2. No inicio do ano, o requerimento do Sindicato sobre o tema foi indeferido. A Administração informou, naquele momento, que a campanha não poderia ser viabilizada.

O pedido foi encaminhado novamente pelo Sintrajud porque ainda há riscos de contágio pela febre amarela no Estado de São Paulo. Segundo o novo requerimento, os obstáculos identificados pela Administração anteriormente já podem ter sido ultrapassados, especialmente pelo fato de terem diminuído as filas nos postos de saúde.

Na última reunião com o presidente do Tribunal, desembargador Wilson Fernandes, dirigentes do Sindicato voltaram a questionar sobre a possibilidade do órgão imunizar seus trabalhadores. O gestor afirmou que, diante do prolongamento da contaminação no Estado, poderia se colocar a viabilidade de efetivar a vacinação no âmbito da Justiça do Trabalho da 2ª Região.

No início do ano o Sindicato requereu de todas as administrações a aplicação da vacina. À época, em meio à crise nos postos de saúde, a Secretaria Estadual informou não ser possível disponibilizar doses para nenhum dos três tribunais no Estado adquirirem o produto.

Compartilhar: