Sindicato estará no #30M na capital e na Baixada nesta quinta, em defesa da educação e das aposentadorias

A diretoria do Sindicato convida toda a categoria a participar das manifestações em defesa da educação e da previdência públicas que acontecem em todo o Estado nesta quinta-feira (30 de março). O segundo ato contra o corte orçamentário no financiamento das universidades, rede de ensino básico e fundamental e dos hospitais universitários está sendo convocado por entidades estudantis e recebeu apoio das centrais sindicais, frentes de mobilização como a Povo Sem Medo e Brasil Popular, sindicatos e movimentos sociais. Na capital e na Baixada Santista, onde estão previstos os maiores atos, será organizada estrutura para coleta de assinaturas ao abaixo-assinado contra a ‘reforma’ da Previdência e diálogo com a população.

Após os atos do dia 15 deste mês o ministro da Educação, Abraham Weintraub, tentou minimizar o impacto dos cortes, mas as comunidades universitárias vêm demonstrando com base nos próprios dados oficiais que o decreto pode levar ao fechamento de unidades. O Sindicato Nacional dos Docentes em Universidades (Andes) divulgou circular na qual traz uma tabela com o percentual do contingenciamento em algumas da unidades universitárias (confira abaixo).

Neste domingo, os ataques às universidades nos atos em apoio ao governo federal e a imagem de cidadãos arrancando uma faixa em defesa da educação da fachada de um prédio da Universidade Federal do Paraná (UFPR) vêm sendo lidos por analistas como mais uma provocação que pode levar novamente milhares de pessoas às ruas. No dia 15, calcula-se que cerca de 1,5 milhão de brasileiros tenham participado dos atos em pelo menos 250 cidades.

Servidores do Judiciário Federal em São Paulo não só participaram como produziram material de divulgação do ato na capital e na Baixada.

A partir das 9 horas Sintrajud estará coletando assinaturas em frente ao TRF-3 e ao Fórum Pedro Lessa da Justiça Federal. No Fórum Trabalhista Ruy Barbosa a concentração tem início a partir das 11 horas. O Sindicato organizará ainda o transporte dos fóruns da capital para quem quiser participar do ato. Os interessados em ir até o ato em caravana devem enviar seus dados (nome e telefone para contato) para o e-mail <sintrajud@sintrajud.org.br>. A ideia de ir em grupos é facilitar a reunião de todos os servidores presentes ao ato e registrar a presença da categoria.

O ato em São Paulo terá início às 17 horas, no Largo da Batata (ao lado da estação Faria Lima do metrô). Na Baixada Santista a manifestação acontece a partir das 18 horas, na Estação Cidadania (Av. Ana Costa, 340, Santos).

image_print