Sindicato convoca servidores a votar em consulta da Câmara sobre a ‘reforma’ administrativa

Enquetes do Legislativo são apenas consultivas, mas indicam nível de pressão social sobre parlamentares que vão votar os projetos; consulta sobre a PEC 32/2020 já está entre as mais comentadas.

Apresentada ao Congresso Nacional nesta quinta-feira (3 de setembro), a Proposta de Emenda Constitucional 32/2020 — a ‘reforma’ administrativa do governo Bolsonaro — já é apontada por especialistas como um verdadeiro programa de desmonte do Estado e dos serviços de atendimento à população. O funcionalismo público também já alcunhou o projeto de ‘PEC das rachadinhas’, em referência ao escândalo de desvio de verbas que envolve o ‘filho 01’ do presidente da República, senador Flávio Bolsonaro (Republicanos/RJ), e seu ex-motorista, Fabrício Queiroz, quando Flávio ainda era deputado estadual na capital fluminense. Agora, abriu-se o momento de os servidores manifestarem sua opinião perante os parlamentares.

A Câmara dos Deputados realiza as tradicionais consultas públicas sobre propostas legislativas em tramitação. Durante os debates sobre os projetos as enquetes ficam abertas para que cidadãs e cidadãos opinem sobre pontos negativos e positivos ou manifestem concordância com opiniões já registradas. Até a publicação deste texto, a PEC 32 já tinha recebido 761 avaliações negativas e 81 considerações positivas.

As consultas públicas do Legislativo não têm valor de pesquisa, mas influenciam os deputados porque expressam a opinião popular sobre os temas em andamento no processo legislativo. Por isso, a diretoria do Sintrajud e outras entidades sindicais do funcionalismo orientam que servidoras e servidores votem na enquete e comentem o que avaliam da PEC 32/2020. Em cerca de 24 horas, mais de 56 mil pessoas já votaram e 95% opinaram “DISCORDO TOTALMENTE” da propositura (leia aqui).

Você pode votar clicando na imagem abaixo: