Sindicato convoca assembleia para debater emergência sanitária e ações pós 18M

Diante do estabelecimento da pandemia do coronavírus, a diretoria do Sintrajud requereu aos tribunais a suspensão do expediente e dos prazos processuais a partir da próxima semana, até que esteja controlada a situação de risco. A categoria está convocada a fortalecer a Greve Nacional em defesa do serviço público, dos direitos e dos salários contra os ataques do governo Bolsonaro – marcada para 18 de março.

Os servidores estão chamados a participar da assembleia extraordinária que será realizada a partir das 14 horas, em frente ao Fórum Pedro Lessa da Justiça Federal (Avenida Paulista, 1682 – ao lado do Masp). A atividade acontecerá em local aberto como medida de segurança, e vai debater os próximos passos da mobilização contra o Plano ‘Mais Brasil’ e a ameaça de “reforma” administrativa para retirar direitos e as condições para a realização do 9º Congresso do Sintrajud. Mas também estará na pauta a proposta de greve por tempo indeterminado se, até lá, as administrações não assumirem a responsabilidade de preservar a saúde de servidores, usuários, trabalhadores terceirizados e jurisdicionados.

A diretoria do Sindicato orienta os servidores a nem comparecerem ao local de trabalho no dia 18. O ponto de encontro da categoria está sendo marcado diretamente na assembleia.

Em reunião das centrais sindicais ocorrida ontem, foi consensual a preocupação com os atos de rua marcados para o 18M. A CSP-Conlutas, central à qual o Sintrajud é filiado, reforça o posicionamento de manter as atividades e paralisações marcadas pelas categorias e movimentos, compreendendo que em cada estado as coordenações unitárias devem avaliar as condições de manter ou não os atos unificados. Em notas publicadas hoje, a CUT, a CTB, a UNE e as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo divulgaram que não vão mais realizar o ato que estava previsto para ocorrer no fim da tarde na capital paulista.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DO
SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL
NO ESTADO DE SÃO PAULO – SINTRAJUD – 18/03/2020

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SÃO PAULO – SINTRAJUD, em conformidade com o Estatuto Social da Entidade (artigos 38 e 39), através dos coordenadores gerais no uso de suas atribuições estatutárias, torna público, para conhecimento de todos os filiados, e faz saber que realizará ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, no próximo dia 18 de março de 2020, a ser instalada às 14h, em 1ª convocação, com a presença de pelo menos metade mais um dos associados quites com a tesouraria e, em 2ª convocação, trinta minutos após, em qualquer número, em frente à Justiça Federal – Fórum Ministro Pedro Lessa, localizado na Avenida Paulista, 1682, Bela Vista, São Paulo – SP, CEP: 01310-200. PAUTA: 1. Avaliação sobre o cenário decorrente da pandemia e deliberação sobre mobilização/paralisação/greve, entre outras ações, perante os Tribunais e Administrações para enfrentamento aos efeitos do coronavírus e adoção de todas as medidas que assegurem a preservação da saúde de servidores, terceirizados, estagiários e jurisdicionados; 2. Avaliação sobre a realização do 9º Congresso Estadual do Sintrajud e outras atividades sindicais, em razão do quadro de pandemia; e 3. outros assuntos. São Paulo, 13 de março de 2020. Lucas José Dantas Freitas, Lynira Rodrigues Sardinha e Tarcisio Ferreira – coordenadores gerais.