Servidores públicos fazem plenária nacional contra a PEC 32 no dia 13 de novembro


05/11/2021 - Hélio Batista Barboza
Entidades vão discutir fortalecimento da luta para derrotar o projeto de “reforma” administrativa do governo Bolsonaro.

As entidades que organizam a luta contra o projeto de ‘reforma’ administrativa do governo Bolsonaro (PEC 32/2020) marcaram para 13 de novembro, sábado, a Plenária Nacional do Serviço Público. A reunião será realizada de forma virtual, pela plataforma Zoom, das 8h30 às 13h, tendo como principal objetivo o fortalecimento da campanha.

O Sintrajud e as demais entidades integrantes do Fórum dos Trabalhadores do Setor Público no Estado de São Paulo começaram a convocar suas bases para a Plenária, conforme deliberação da reunião que fizeram nesta quinta-feira, 4. “Os servidores públicos não serão os únicos prejudicados pela PEC 32, toda a população vai sofrer com o fim dos serviços, a exemplo do que está acontecendo em Minas e mesmo em São Paulo, que já começaram suas reformas administrativas”, diz a nota do Fórum, divulgada para convocar à Plenária.

O Fórum também aprovou um indicativo de paralisação dos servidores das três esferas de governo para a próxima segunda-feira, 8 de novembro, definido como dia de atividades conjuntas contra a PEC.

No dia 12, os servidores fazem mais uma “visita” surpresa de protesto ao escritório político de um deputado federal paulista favorável ao projeto. Já foram “visitados” os deputados Alex Manente (Cidadania) e Samuel Moreira (PSDB).

Sampaprev-2 e Correios

Além de se mobilizar para rechaçar o projeto do governo Bolsonaro (que aguarda votação no plenário da Câmara dos Deputados), as entidades lutam ainda contra o Sampaprev-2, a nova reforma da previdência municipal proposta pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB).

O texto, que aumenta a cobrança de contribuição previdenciária sobre os aposentados e pensionistas, foi aprovado pelos vereadores em primeira votação e aguarda a segunda deliberação. Em greve desde 15 de outubro, os servidores municipais fazem assembleia na quarta-feira, 10 de novembro, diante da Câmara Municipal, onde a proposta tramita.

O Fórum participa também da luta contra a privatização dos Correios. O projeto do governo para vender a empresa pode ser votado no Congresso na próxima semana, quando também deve voltar à pauta a PEC dos precatórios, para o segundo turno de votação.

Um ato de protesto contra a privatização dos Correios está marcado para a terça-feira, 9 de novembro, a partir das 9 horas, em frente ao anexo II do Senado e poderá contar com a participação de integrantes do Fórum, que partem de São Paulo em caravana.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas