Servidores do Judiciário em SP têm até dia 26 para se vacinar contra a gripe

Os servidores do Judiciário Federal em São Paulo têm até dia 26 para se vacinar contra a gripe nos postos de saúde de todo o estado. Eles foram incluídos pelo governo estadual no público-alvo da campanha realizada pelo Ministério da Saúde, que começou em 17 de abril.

Agentes das polícias Civil, Militar e científica, bombeiros, carteiros, professores e funcionários do Poupatempo também fazem parte do público-alvo. O Instituto Butantan disponibilizou 600 mil doses extras para atender a esses grupos.

A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe A (H1N1, H3N2 e influenza B) e pode demorar 15 dias para fazer efeito. Há contraindicações para pessoas com histórico de reação anafilática ou com alergia grave a ovo de galinha e seus derivados.

A prioridade do Ministério é vacinar crianças de seis meses a cinco anos, adultos a partir de 60 anos, gestantes e puérperas, indígenas, presos e funcionários do sistema prisional, trabalhadores da saúde, professores e portadores de doenças crônicas.