Servidoras marcam presença em aula de defesa pessoal e Clube de Corrida

Atividade organizada pelo Coletivo de Mulheres aconteceu no último domingo, 28 de julho, e encerrou as atividades em homenagem a quilombola Tereza de Benguela.

Crédito: Joca Duarte

 

Encerrando as atividades de homenagem ao 25 de Julho: Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha e de Tereza de Benguela, o Coletivo de Mulheres do Sintrajud – Mara Helena dos Reis realizou uma edição especial Clube de Corrida e Caminhada, voltado para elas.

A atividade aconteceu no último domingo, 27 de julho,  no Elevado João Goulart (o ‘Minhocão’), no Centro da capital.  Além da já tradicional corrida e caminhada, orientadas pelo educador físico Alex Raval Bertozzi, também aconteceu uma aula de defesa pessoal, com a instrutora Juliana Bueno Garcia, lutadora de jiu-jitsu e parte do Programa Women Empowered que é específico e exclusivo para mulheres contra agressão sexual.

Crédito: Joca Duarte

A aula teve a participação de servidoras de todas as idades, da ativa e aposentadas, que aprenderam movimentos específicos para defender-se em cenários de risco e conversaram sobre formas de reconhecer e reagir a situações de assédio.”Foi uma experiência muito impactante, porque tivemos a oportunidade de refletir de forma lúdica sobre as mais variadas formas de assédio que sofremos. Além da prática, a didática da instrutora permite que a gente converse sobre este assunto, que é muito sério, de maneira leve, fazendo com que a gente reflita, ria, se revolte e se empodere”, afirmou Camila Pereira, servidora do TRT em Barueri e integrante do Coletivo de Mulheres. “Saímos da aula refletindo sobre alguns cenários de riscos que já vivemos e analisando atitudes que, agora, poderemos tomar”, concluiu Camila – proponente da aula e que ajudou a organizar a vinda da instrutora.

Para servidora aposentada Fausta Fernandes, diretora do Sintrajud, também do coletivo de Mulheres, a aula foi um momento de fortalecimento e interação entre as servidoras. “Aprendemos que é possível nos manter altivas e em alertas sempre, e a nos defendermos no  caso de um possível agressor, mesmo que ele seja mais alto e mais forte, mas o mais importante é que foi um momento de fortalecimento da rede de apoio entre nós”, afirmou.

Crédito: Joca Duarte

Após a aula de defesa pessoal, as servidoras fizeram, além da corrida e caminhada, um circuito funcional (combinação de exercícios e movimentos comuns ao dia-a-dia que contribui para a perda de peso e definição muscular).

Criado durante o 1º Encontro de Mulheres do Sintrajud, realizado em 28 de outubro de 2017, o Coletivo reúne-se a cada dois meses para discutir as questões específicas das mulheres, principalmente das que trabalham ou trabalharam no Judiciário.

image_print
Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas