Problemas na biometria será tema de audiência com o presidente do TRE

O Sintrajud participa de uma audiência com o presidente do TRE-SP, Mário Devienne, nesta segunda-feira, 18, às 14h30. A reunião foi solicitada pelo sindicato na última terça-feira, 12, e tem o objetivo de discutir os problemas levantados pelos servidores quanto ao recadastramento biométrico do eleitorado.

A veiculação de uma notícia falsa que dizia quem não comparecesse aos cartórios até 7 de dezembro para fazer o cadastramento biométrico seria multado em R$ 150 e teria documentos cancelados, gerou superlotação e sobrecarga de trabalho nos cartórios eleitorais do estado. Combinado com a falta de condições e pessoal, além da falta de planejamento da implantação de novo sistema, os servidores estão sendo convocados para plantões aos sábados e feriados, e também durante o recesso judiciário (veja matéria aqui).

Na verdade, o registro da biometria é obrigatório por enquanto somente em 84 municípios do Estado, e o prazo vai até 23 de março – exceto em Botucatu, Itatinga, Pardinho e Várzea Paulista, cujo encerramento do cadastramento biométrico se dará em 19 de dezembro deste ano. O fato de os servidores estarem trabalhando além do expediente normal contribuiu para a difusão do boato sobre o cadastramento biométrico.

O Sindicato cobra da Administração do TRE uma vigilância constante quanto a condições de trabalho dos servidores e busca a compensação pelas horas excedentes. Essas demandas, bem como o pagamento das horas extras, deverão ser tratadas na audiência.

image_print