População pode ser aliada na luta em defesa da JT, diz dirigente do Sintrajud

A população que muitas vezes encontra neste ramo do Judiciário a possibilidade de restabelecer direitos negados por empregadores é também uma potencial e importante aliada na luta contra a extinção e o desmonte da Justiça do Trabalho.

É o que afirma Inês Leal, que integrou a delegação do Sintrajud no Encontro Nacional das Servidoras e Servidores da Justiça do Trabalho, realizado pela Fenajufe nos dias 26 e 27 de outubro. “Nós entendemos que esse é um momento bastante importante para a Justiça do Trabalho, em que é necessário a articulação máxima entre servidores, entre a população que usa e tem seus direitos muitas vezes garantidos pela Justiça do Trabalho, e pelos outros setores da magistratura, da advocacia e do Ministério Público, que também veem a importância da Justiça do Trabalho”, disse a servidora lotada no Fórum Trabalhista Ruy Barbosa e diretora do Sintrajud.

O encontro reuniu servidores de pelo menos 20 estados do país, e teve ainda a participação de representantes da magistratura, da advocacia e do Ministério Público.

“Debatemos os ataques que a Justiça do Trabalho tem sofrido, [sob] o questionamento do presidente Bolsonaro sobre a necessidade dela existir ou não, e com a própria proposta de reestruturação feita pelo TST”, disse.