NOTA: Pelo imediato afastamento do juiz Marcos Scalercio!


18/08/2022 - Redação
Nota do Coletivo de Mulheres Mara Helena dos Reis.

Nesta semana vieram a público graves denúncias de assédio sexual contra Marcos Scalercio, juiz substituto do TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região) e professor de cursos preparatórios para concurso. É mais uma situação absurda de assédio, praticada por uma pessoa que utilizou da sua condição de autoridade e influência.

As denúncias, que até o momento se referem ao período de 2014 até 2020, foram feitas por várias mulheres, incluindo advogadas, estagiárias e servidoras. Foram trazidas a público pelo Me Too Brasil, organização que ajuda vítimas de violência sexual a romperem o silêncio. A partir da divulgação, no dia 15/08, mais mulheres se sentiram encorajadas e outros casos foram denunciados, são 59 até agora, alertando para urgência que o caso requer.

Um fato que agrava ainda mais a situação é que o TRT-2 arquivou processo sobre os assédios praticados pelo juiz, o que reforça a forma inapropriada, ou melhor, inexistente, do Tribunal tratar os casos de denúncias desta natureza. Há notícia de que o juiz entrou em férias, mas o afastamento não irá arrefecer a nossa luta por justiça! Não nos calarão!

Destacamos que a luta contra o assédio sexual e moral são pautas centrais do Sintrajud e nosso coletivo de mulheres “Mara Helena dos Reis” atua de forma permanente no combate ao assédio, tendo acompanhado o caso junto com a entidade.

Produzimos e divulgamos amplamente a cartilha “Assédio sexual: a culpa nunca é da vítima” e realizamos diversas conversas com as servidoras e servidores sobre o tema, além de possuirmos um canal aberto para o recebimento de denúncias.

Denuncie!





    Estamos nos mobilizando, juntamente com movimentos da sociedade civil, para que haja efetivo acompanhamento do caso por parte do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

    É inadmissível que onde se busca justiça e respeito pelos nossos direitos é onde se encontra desrespeito, assédio e abuso de poder.

    Nós, mulheres, temos pressa e exigimos respeito!

    Exigimos o imediato afastamento de Marcos Scalercio de seu cargo de juiz!

    No dia 23 de agosto, às 14 horas, estaremos no Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, na Barra Funda, manifestando nosso repúdio, indignação e exigindo que não prevaleça a impunidade (Saiba mais aqui).

    Participe conosco deste importante ato!

    Basta de assédio e violência contra as mulheres!

    São Paulo, 18 de agosto de 2022.

    Coordenação do Coletivo de Mulheres do Sintrajud – Mara Helena dos Reis

     

    TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM