Nota de pesar pelo falecimento do servidor Paulo Catingueiro


19/10/2021 - Luciana Araujo
Aposentado da Justiça Federal foi vítimas de complicações associadas a tratamentos oncológicos e faleceu no dia 2 de outubro; a diretoria do Sintrajud e funcionários prestam condolências à família e amigos.

Na penúltima fila, de camisa azul escuro e boné marrom, Paulo Catingueiro no 3º Congresso do Sintrajud (Arquivo).

Após anos resistindo a tratamentos oncológicos, no último dia 2 de outubro o servidor Paulo Catingueiro Silva, aposentado da Justiça Federal desde 1997, sentiu-se mal e foi a óbito, aos 71 anos.

Paulo vinha tratando um câncer na garganta. O servidor já tinha passado 12 dias em terapia intensiva devido a uma cirurgia emergencial para correção de uma hérnia intestinal decorrente de outro tratamento quimioterápico, realizado há nove anos, mas havia se recuperado.

“Estava indo tudo muito bem, quando o levamos ao hospital estava consciente, e de repente algo totalmente fora do que ele estava tratando causou essa situação”, relatou à reportagem a filha Juliana.

Paulo com a família (arquivo pessoal).

Além de Juliana, Paulo Catingueiro deixa mais dois filhos, Julio César e Priscila, e a viúva, Eloíza (nas fotos de família).

A diretoria e os funcionários do Sintrajud manifestam condolências à família. Paulo foi sindicalizado desde 1992 e participou de diversas atividades promovidas pelo Sindicato, como o congresso cuja foto encabeça este texto, ocorrido em 2002.

Servidores durante um dos cursos de formação promovido pelo Sintrajud: Paulo à esquerda.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas