Mobilização no aeroporto de Brasília contra a ‘reforma’ alerta deputados: ‘Se votar, não volta!’


21/09/2021 - Helcio Duarte Filho
Agora à tarde servidores se concentram em frente ao Anexo II da Câmara dos Deputados, no segundo ato unificado do dia contra a PEC 32.

Servidores no Aeroporto JK. Crédito: Valcir Araújo.

Trabalhadores e trabalhadoras dos serviços públicos de vários estados do Brasil e do Distrito Federal iniciaram cedo a mobilização contra a PEC 32 no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, nesta terça-feira, 21 de setembro. O movimento contra a ‘reforma’ administrativa que o presidente Jair Bolsonaro tenta aprovar para os serviços públicos ganhou mais força nas últimas semanas. Também nesta terça, a partir das 14 horas, acontece ato em frente à Câmara dos Deputados. O Sintrajud participa com uma delegação de servidoras e servidores das mobilizações desta semana em defesa dos dos serviços públicos.

Os parlamentares que passaram pelos aeroportos de seus estados e da capital federal nesta manhã ouviram um coro uníssono e ensurdecedor: “Se votar, não volta!”.

No início da tarde desta terça, o relator da ‘reforma’ administrativa, Arthur Maia (DEM-BA), apresentaria a terceira versão do parecer para a matéria, que será analisada pelo Jurídico e a direção do Sindicato. O governo Bolsonaro busca votos e apoio para colocar a proposta em pauta tanto na comissão especial quanto no Plenário da Câmara. Este aspecto foi destacado na Plenária Nacional Contra a PEC 32, realizada virtualmente na noite desta segunda (20), quando se ressaltou a necessidade de ampliar as mobilizações nas ruas e nas redes sociais para impedir que o governo consiga votar a proposta.

“São importantes essas atividades unitárias que contribuem no sentido de acumular forças para chegar ao ponto de derrota da PEC 32, a PEC da destruição dos serviços públicos. Relembrando que na semana passada houve um processo de mobilização que é fruto de muitos meses, que por forças de uma construção unitária mostrou que estamos mais próximos, ainda, dessa possibilidade de derrubar a PEC. Tivemos grandes mobilizações em Brasília, tivemos mobilizações pelos aeroportos no Brasil inteiro, tivemos mobilizações virtuais. Lembrando que estamos levando a pauta da PEC 32 a um grande número de mobilizações. Levamos em todos os Atos da campanha Fora Bolsonaro a discussão da importância de derrotarmos a PEC 32, denunciando o que ela representa, que ela se trata, de fato, da destruição dos serviços públicos”, disse, durante a live, o servidor Fabiano dos Santos, diretor do Sintrajud e da Fenajufe, falando pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe).

* Colaborou: Luciana Araujo. Atualizado às 15h46 de 21/09/2021, para correção da informação sobre a apresentação do novo parecer, que mais uma vez foi adiado.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas