Ministro Brito Pereira será o novo presidente do TST

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) terá novo presidente a partir de 2018. O Pleno do Tribunal elegeu na última quinta-feira (7), para um mandato de dois anos, o ministro João Batista Brito Pereira. Ele toma posse em 26 de fevereiro e substitui Ives Gandra da Silva Martins Filho.

Segundo o Anuário da Justiça Brasil 2017, editado pela ConJur, Brito Pereira considera que há equilíbrio de forças entre empregador e empregado e, mesmo antes das mudanças nas regras trabalhistas, já defendia o negociado sobre o legislado e a terceirização na atividade-fim.

O vice-presidente será o ministro Renato de Lacerda Paiva, atual corregedor-geral da Justiça do Trabalho, e para a Corregedoria foi escolhido o ministro Lelio Bentes Corrêa.

O próximo presidente do TST tem 65 anos e compõe a corte desde maio de 2000, assumindo vaga destinada a membro do Ministério Público do Trabalho. Foi corregedor-geral da Justiça do Trabalho, entre 2014 e 2016.

TRF-3

No TRF-3, foi eleita para presidir o Tribunal a desembargadora federal Therezinha Cazerta, também para o biênio 2018-2020.

Para o cargo de vice-presidente foi escolhido o desembargador federal Nery Júnior e, para corregedor regional, o desembargador federal Carlos Muta.

O Sintrajud buscará manter canal de diálogo com a nova administração para levar e defender as reivindicações da categoria.

image_print