Manifestação da diretoria executiva sobre denúncia de machismo

  • Post author:
Assunto será pauta da próxima assembleia estadual, com vistas a que a categoria decida sobre os encaminhamentos do processo de apuração.

A diretoria do Sintrajud tomou conhecimento da ocorrência em que o associado e servidor do TRF Anezio Henrique Júnior teria se dirigido à associada e servidora da JF de Presidente Prudente Anna Karenina com expressões machistas, além de moralmente agressivas em um grupo de servidoras e servidores no WhatsApp. A diretoria do Sintrajud repudia e luta contra todas as formas de opressão e;

1) Considerando as resoluções dos últimos Congressos da categoria, mormente do Sétimo e Oitavo Congressos, nos quais o combate a todas as formas de opressão e ao machismo em especial, bem como o repúdio ao assédio moral, estiveram em destaque;

2) Considerando que a prova do ocorrido é material e pública, estando gravada em áudio do WhatsApp publicado no referido grupo de servidores e servidoras;

3) Considerando a necessidade de apuração dos fatos e instalação de procedimentos que garantam a ampla defesa, nos termos do Estatuto da entidade, bem como o acompanhamento de possíveis desdobramentos por toda a categoria.

Resolve:

Que a assembleia convocada para o próximo dia 18 de agosto, terá como ponto de pauta, além da greve sanitária e as lutas da categoria pelo direito ao trabalho remoto, também a definição e instalação de procedimentos de apuração do caso reportado, assegurado o amplo direito de defesa.

São Paulo, 11 de agosto de 2020.

Diretoria Executiva