Jubileu de prata da subsede do Sindicato é comemorado em reunião de oficiais de justiça


30/11/2021 - Luciana Araujo
Criação da estrutura regional de apoio às lutas da categoria e de outros segmentos da classe trabalhadora foi lembrado como importante exemplo para sindicatos de todo o país.

Neste dia 29 de novembro o “posto avançado” do Sintrajud na base estadual – a subsede localizada em Santos, para atender à categoria na Baixada Santista – completou 25 anos. A primeira exibição de um vídeo em homenagem ao jubileu de prata aconteceu também nesta segunda-feira, em uma reunião do Núcleo de Oficiais de Justiça do Sindicato, realizada virtualmente.

A primeira subsede dos sindicatos de trabalhadores do Poder Judiciário da União foi instalada na Baixada Santista em razão da grande participação dos colegas na primeira mobilização vitoriosa pós unificação das entidades que constituíram o Sintrajud. A fundação aconteceu no calor da vitória da mobilização que conquistou para a categoria a regulamentação da carreira (a Lei 9.421/1996, que criou as carreiras de servidores do Judiciário Federal no país após uma greve que durou 27 dias).

A inspiração das tradicionais barracas de praia santistas, herança do sindicalismo anarquista que instituiu relações para além das reivindicações econômicas dentro das organizações sindicais, foi outra referência para a criação de um pólo de resistência regional que oferecesse suporte às demandas da categoria e de outros segmentos de trabalhadores.

“A subsede tornou-se uma receita importante para vários sindicatos”, ressaltou o oficial Neemias Freire, fundador do Sindicato.

Nesses 25 anos, foram muitas as lutas e conquistas para as quais foi decisiva a mobilização e unidade dos servidores e servidoras das justiças do Trabalho, Eleitoral e Federal na Baixada.

A subsede atende aos servidores e servidoras dos fóruns da Justiça do Trabalho em Cubatão, Guarujá, Praia Grande, Santos e São Vicente; as zonas eleitorais localizadas em Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Monguaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente; além dos fóruns da Justiça Federal e Juizados Especiais Federais em Santos e São Vicente.

“A subsede foi uma ideia revolucionária na origem, há 25 atrás. Foi a primeira do país, serviu de referência”, destacou Ivo Oliveira Farias, oficial de justiça aposentado do TRT-2, ex-diretor do Sindicato e proponente da ideia.

Ivo hoje coordena o Grupo Luta em Luto de Apoio aos Sobreviventes Enlutados e Tentantes do Suicídio, cujas reuniões presenciais eram abrigadas na subsede até o início da pandemia que exigiu o modelo remoto de funcionamento também do Sintrajud. O acolhimento ao grupo é um dos exemplos da importância da estrutura sindical na região.

“Se hoje o nosso movimento tem um respeito, um reconhecimento, aqui na região da Baixada, é que justamente nós buscamos atuar para dentro da categoria no esforço de organizá-la, lembrando que o nosso Sindicato não era unificado, para a gente estreitar laços e aproximar as categorias de cada um dos ramos, da Justiça Federal, Trabalhista, Eleitoral, Justiça Eleitoral e Militar. E aqui na região isso se deu com o esforço dos ativistas de cada um dos ramos”, lembrou em entrevista o servidor da JF e ex-dirigente do Sintrajud e da Fenajufe Adilson Rodrigues, à época integrante da primeira diretoria  executiva do Sindicato e um dos idealizadores da organização regional.

Após assistir ao vídeo em homenagem ao jubileu de prata da subsede, o oficial Rodrigo Coutinho, servidor do TRT-15 que participou da reunião, comentou: “Emocionante! Agradeço aos lutadores do Sintrajud pela oportunidade de conhecer essa construção tão importante”.

A diretoria do Sindicato parabeniza a categoria pelas lutas e conquistas desses 25 anos que anunciam vida longa à nossa entidade sindical.

Assista abaixo à homenagem do Sintrajud aos 25 anos da subsede:

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas