Especialista debate envelhecimento saudável e isolamento social em live nesta 5ª

Bate-papo virtual terá a participação da doutora Yeda Aparecida de Oliveira para conversar sobre qualidade de vida e os cuidados necessários com as pessoas idosas neste período.

A pandemia de coronavírus, que tem um potencial de perigo maior para as pessoas com mais de 60 anos, expôs o preconceito com o envelhecimento natural em sociedades como a brasileira, reforçando a necessidade de destacar que ser idoso não é sinônimo de maior debilitação e falta de qualidade de vida. É possível, e necessário, envelhecer com saúde física e mental. Para conversar sobre o tema, a diretoria do Sindicato convidou a doutora Yeda Aparecida de Oliveira, professora da Escola de Enfermagem da USP, para participar da   live do Sindicato, nesta quinta-feira, 04 de junho, às 11 horas, com transmissão pelo YouTubeFacebook e aqui pelo site.

O bate-papo virtual também terá a participação das diretoras Ester Nogueira,  oficiala de justiça aposentada da JF, e Luciana Carneiro, servidora do TRF-3 em exercício de mandato sindical. Será um momento para conversar sobre o envelhecimento com saúde e os desafios dos idosos no período de isolamento social.

Yeda Aparecida de Oliveira é coordenadora do Estudo SABE – Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento, sobre as condições de vida e saúde dos idosos residentes no município de São Paulo, foi responsável pela criação do primeiro curso de graduação em Gerontologia na USP. A professora esteve no Encontro Estadual de Aposentados e Pensionistas do Sintrajud, em novembro de 2018.

A transmissão ao vivo do Sindicato também vai debater as especificidades das pessoas mais idosas ou aposentadas para viver o isolamento social necessário. Participe e traga suas experiências. Convide seus colegas para acompanhar.

image_print