Debates sobre ataques aos serviços públicos marcam 2º dia da Plenária da Fenajufe

Foto: Valcir Araujo

A crise financeira, o ajuste fiscal e os ataques aos trabalhadores foram os temas debatidos no segundo dia da XXII Plenária da Fenajufe. O evento que reúne servidores de todo o país acontece até o domingo, 5, em Salvador.

As mesas de debates que aconteceram ao longo desta sexta-feira, 3, contaram com as presenças dos palestrantes Rafael Freire, José Loguércio, Plínio de Arruda Sampaio Jr, Roberto Heloani e Marilane Teixeira.

Para o diretor do Sintrajud Henrique Sales, servidor do TRT, a discussão sobre a conjuntura é fundamental para a categoria compreender a situação brasileira, os ataques que sofre e buscar formas de enfrentá-los. “É preciso que a gente se organize porque, com o cenário que está colocado, sabemos que quem vier [presidente eleito em outubro] vai continuar aplicando este ajuste. Por isso, temos que construir a unidade com todos que queiram lutar para barrar os ataques”, defendeu.

Os servidores do Judiciário Federal de São Paulo participam da plenária com a delegação eleita na assembleia geral que aconteceu no dia 16 de junho. São delegados pelo Sintrajud: Ana Luiza de Figueiredo Gomes (aposentada TRF), Beatriz Mazzei Nubie Massariol (TRF), Cláudia Vilapiano Teodoro de Souza (JF/Campinas), Fabiano dos Santos (TRT), Henrique Sales Costa (TRT), Luciana Martins Carneiro (TRF), Luciane Pianta Palhares (JF/Campinas), Marcus da Silva Vergne (TRT), Maria Cecília Pereira (Aposentada do TRE), Maria Ires Graciano Lacerda (JEF), Maurício Rezzani (TRE), Neemias Ramos Freire (TRT) e Thiago Duarte Gonçalves (TRT). Como observadores da plenária estão: Dinah Maria Lemos Noleto (TRF), Inês Leal de Castro (TRT), Luiz Carlos Miranda (Aposentado da JF/São José do Rio Preto), Marcelo Penna Kagaya (TRT), Pedro Lorenzi Breier (TRT) e Simone dos Santos de Oliveira (TRT).