Ato na praça da Sé marcou o 1º de maio

O Sintrajud, junto com a CSP-Conlutas e outras entidades, participou do Ato de 1º de Maio que aconteceu na Praça da Sé, em São Paulo, na manhã da última segunda-feira. A manifestação, que reuniu trabalhadores de diversas categorias foi mais uma atividade contra as reformas da Previdência e trabalhista, propostas pelo governo Temer. “O sucesso […]

O Sintrajud, junto com a CSP-Conlutas e outras entidades, participou do Ato de 1º de Maio que aconteceu na Praça da Sé, em São Paulo, na manhã da última segunda-feira. A manifestação, que reuniu trabalhadores de diversas categorias foi mais uma atividade contra as reformas da Previdência e trabalhista, propostas pelo governo Temer.

“O sucesso da greve demonstra que os trabalhadores estão contrários a essas medidas do governo e do Congresso, cujos integrantes estão envolvidos até o pescoço em corrupção”, afirmou Luiz Carlos Prates, o Mancha, membro da Secretaria Executiva Nacional da central sindical. Ele considerou que o dia 28 demonstrou a contrariedade dos trabalhadores em relação às reformas.

“Nos atos pelo país neste 1º de Maio reafirmamos nosso compromisso de unidade para derrotar as propostas de reforma da previdência, da reforma trabalhista e da lei que permite a terceirização ilimitada; não vamos aceitar nenhuma negociação”, acrescentou o dirigente. “Nosso próximo passo será ocupar Brasília para pressionar o governo e o Congresso a reverem seus planos de ataques aos sagrados direitos da classe trabalhadora.”

Ainda durante o ato, os manifestantes fizeram uma homenagem ao cantor cearense Belchior, que faleceu na madrugada do dia 29. Os trabalhadores carregaram uma faixa com o nome do cantor e cantaram “Fora Temer, volta Belchior”, frase que ficou famosa nos protestos pelo país.

 

 

Fechar Menu

Generic selectors
Apenas termos exatos
Buscar nos títulos
Buscar nos conteúdos
Buscar em Publicações
Buscar nas páginas