Artigo de grupo de estudos da UNB analisa flexibilização de direitos trabalhista na MP 927

O  Grupo de Estudos e Pesquisas para o Trabalho (GEPT), da Universidade de Brasilia, produziu o artigo Flexibilização contra trabalhadores e trabalhadoras, que analisa os ataques a direitos históricos dos trabalhadores na Medida Provisória 927/2020.

Os pesquisadores apontam que a MP atende apenas os interesses dos empresários e setor varejista, atacando direitos como jornada de trabalho e colocando o negociado acima do legislado. A análise da MP e construção do artigo teve a participação dos pesquisadores Sadi Dal Rosso, Edvaldo Fernandes, Ângela Teberga, Ricardo Festi,  Rebecca Fidellis, Aldo Antonio de Azevedo, Rodrigo Emmanuel Santana Borges.

Acesse o artigo na integra aqui.

 

image_print