Ações contra a ‘reforma’ no centro da pauta esta semana

Já a partir desta segunda-feira  (8 de julho), mesmo em meio ao feriadão, a diretoria do Sindicato marcou presença na ação de corpo a corpo para pressionar os deputados que se dirigiam a Brasília para a semana na qual o governo e aliados pretendem votar a ‘reforma’ da Previdência na Câmara dos Deputados.

Abordado na tarde de ontem no aeroporto de Congonhas, o deputado Vinicius Carvalho (PRB/RJ) afirmou ainda estar indeciso, embora sua bancada seja apoiadora da ‘reforma’. Gilberto Nascimento (PSC/SP) foi outro que se esquivou do compromisso contra a “Nova previdência”. A seus eleitores na categoria e demais colegas, a direção do Sindicato orienta intensificar a pressão.

Os servidores do Judiciário também devem pressionar Samuel Moreira (PSDB), relator da PEC 6-A/2019 na Comissão Especial da Câmara, Alex Manente (Cidadania), Alexandre Frota (PSL), Guilherme Mussi  (PP), Joice Hasselmann (PSL) e Vinícius Poit (Novo) – deputados paulistas que ajudaram a aprovar a ‘reforma’ na Comissão. Celso Russomanno (PRB) e outros deputados também foram abordados na semana passada, durante a caravana na Câmara, e reafirmaram o voto pró-reforma. A esses o Sindicato promete milhares de cartazes denunciando o voto contra os trabalhadores (agora é às vésperas da eleição de 2020).

Nesta semana, até o dia 11, estão em Brasília mais 13 servidores: Claudia Vilapiano, Fabiano dos Santos, Henrique Sales Costa, Maria Ires Graciano Lacerda e Tarcisio Ferreira (diretores do Sintrajud), Matilde Gouveia (oficiala do TRT-2), Ana Silvia Poço (oficiala da JF), Gabriel Riserio (TRT-2) – que vai acompanhado do filho Angelo -, o diretor da Fenajufe Elon Sampaio, Assunta De Gaspar, Maria Helena Leal, Norival de Souza e Flávio Conrado (representantes dos aposentados no Conselho de Base).

image_print